Campo

Foto: Divulgação Evento quer estimular o plantio da mangabeira e o consumo da fruta típica do cerrado Evento quer estimular o plantio da mangabeira e o consumo da fruta típica do cerrado

Para estimular o aproveitamento das frutas naturais tocantinenses ricas e diversificadas, o ‘Instituto Cerrado Sustentável com a Agricultura Familiar’ realiza a “I Festa da Mangaba no Tocantins”. O evento acontece, neste sábado, dia 30, a partir das 7h30, na Escola Morro do Mato, em Goianorte, a 280 km de Palmas, Região Noroeste do Estado. A feira conta com o apoio da Secretaria Estadual da Agricultura e Pecuária (Seagro).

O evento quer estimular e incentivar o plantio da mangabeira e o consumo da fruta típica do cerrado, além de chamar a atenção para a importância da fruta e sua preservação como fonte de geração de renda para a população.

Para a engenheira agrônoma da Superintendência de Assentamentos e Agricultura Familiar da Seagro, Francisca Marta Barbosa, a secretaria irá participar do evento, mandando uma equipe ao local. Os servidores ficarão à disposição dos participantes para dar informações sobre extrativismo sustentável e organização na agricultura familiar. “Com a prática do aproveitamento sustentável, se garante a preservação da espécie, aliado a oportunidade de movimentar a economia”, frisou.

Na programação consta uma variedade de atividades como: oficinas de transferência de tecnologia no cultivo da mangaba para fins econômicos; a muda e seus derivados como sorvetes, sucos, licores, entre outros produtos da agricultura familiar; curso de processamento dos derivados da mangaba. Na ocasião, acontece também o desfile para escolha da “Garota Mangaba” 2013. 

Fruta

A mangabeira é uma das espécies frutíferas mais importantes do bioma Cerrado, devido a isso, os agricultores da região pretendem iniciar o seu cultivo, diante da demanda crescente e excelente retorno financeiro.  A fruta é rica em ferro e conta com boa quantidade de vitamina C. Além de polpa para suco e sorvete, ainda se pode preparar com a fruta compotas, cremes, pudins, licor e até vinagre.

Programação:

7h30m – Credenciamento dos participantes;

8h – Café da manhã;

9h – Abertura Oficial (Fala da Bio Agricultura Orgânica, William Assunção);

9h45 - Início da feira;

10h – Oficina de transferência de tecnologia no cultivo da mangaba - sala paralela, com o Dr. Josué Francisco Da Silva Junior, pesquisador da Embrapa - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - (Recife Pernambuco) o mais conceituado do Brasil em estudos de cultivo de Mangaba.

12 – Intervalo para almoço;

13 – Continuidade da feira;

13h30 – Continuação - Oficina de Transferência de Tecnologia no Cultivo da Mangaba (sala paralela com o Pesquisador da Embrapa de Pernambuco Josué)

15h30 – “Minuto Mangaba” Sabores e delícias da fruta;

16h – Roda de Viola Música Raízes, (com artistas locais e regionais);

17h – Desfile de garotas e escolha da Garota Mangaba;

17h – Encerramento da I Festa da Mangaba de Goianorte (a proposta da ll Festa da Mangaba em 2014).