Saúde

Foto: Divulgação

Durante o período chuvoso a má condição das pistas e o excesso de velocidade aumentam a quantidade de acidentes de trânsito. O reflexo da imprudência chega ao Hospital Geral de Palmas (HGP), que de janeiro à outubro de 2013 atendeu 1.754 vítimas do trânsito com necessidade de cirurgias ortopédicas.

O médico ortopedista João Paulo Borges de Moraes atende no HGP junto com outros 20 especialistas e destaca o grande número de acidentes envolvendo moto e ressalta “o motociclista é sempre a parte mais frágil dessa história“.

O motociclista José Arnaldo dos Santos deu entrada no HGP no último dia 14 de dezembro com duas fraturas na perna direita depois de bater de moto no traller, na região norte da Capital. “ Já bati de moto duas vezes depois de sair de bares. Na primeira vez sofri ferimentos leves, agora bati e quebrei a perna em dois lugares, vou ficar mais atento,” afirma.

"Para evitar uma situação como essa, a  minha dica é que todos tenham paciência e respeitem a sinalização de trânsito. E digo mais além da prudência, é importante que o condutor do carro ou da moto não misture álcool e direção,” orienta o ortopedista.

Ainda em 2013 o HGP recebeu outras 467 vítimas de acidentes de carro, 82 de atropelamentos e 69 acidentes envolvendo bicicleta. De acordo com o ortopedista Elton Stecca Santana, as cirurgias incluem atendimentos a pacientes da capital e do interior do Tocantins, além dos encaminhados pelos Estados do Pará, Maranhão, Bahia e Mato Grosso. (Ascom Sesau)