Polí­cia

Foto: Divulgação

A ex-esposa de Raimundo Ailon de Souza Lemos, Maria Divina Pereira Barbosa Monteiro que teria sido assassinada por ele assim como os três filhos do casal, Pedro Henrique Monteiro Lemos, 3 anos, Walina Monteiro Lemos, 12 anos e Welison Lemos, de 13 anos é filha do ex-vice-governador de Goiás, Rezende Monteiro. A informação é da Polícia Civil. Rezende já faleceu e também foi deputado federal por cinco mandatos por Goiás.

A tragédia foi descoberta nesta terça-feira, 7, quando os três filhos do casal foram encontrados mortos numa residência em Gurupi e ai lado dos corpos havia um recipiente com líquido o que leva a polícia a acreditar que eles teriam sido mortos por envenenamento. Somente a perícia vai confirmar a suspeita. O laudo só sairá em 10 dias conforme informou a delegada ao Conexão Tocantins.

O crime teria sido motivado pelo fato de Raimundo não aceitar a separação com Divina. Eles estavam há meses separados, conforme contaram familiares, e ele não aceitava o fim da relação. A tese principal do crime é que ele , após ameaçar Maria Divina por várias vezes, a sequestrou em Goiânia e a trouxe para o Tocantins. Em seguida ele teria matado os três filhos e depois numa estrada perto de São Valério, também no Sul do Estado, teria assassinado a ex-esposa e cometido suicídio logo após.

Os filhos passavam férias com o pai em Gurupi. Os corpos da criança e dos adolescentes já estavam em estado de decomposição e sem marcas de violência.

Os familiares já começaram a ser ouvidos no caso. A principal suspeita é que o crime tenha tido motivação passional.

Por: Redação

Tags: Polícia, Polícia Civil