Economia

Foto: Divulgação

O Banco da Amazônia divulgou nesta quinta-feira (13) o seu balanço e relatório de administração do exercício de 2013. A instituição encerrou o ano com um lucro líquido de R$ 182,5 milhões, esse valor revela uma variação 7,2% em relação a 2012. Ao final do período, o Patrimônio Líquido resultou no montante de R$ 1,62 milhão e os ativos totais atingiram o montante de R$ 11,3 milhões, com variação de 7,4% em relação a 2012. Outro dado que merece destaque é o crescimento da Carteira de Títulos e Valores Mobiliários (TVM) do Banco que encerrou o exercício no montante de R$ 5,9 milhões, com uma variação de aproximadamente 10%.

A instituição injetou na economia dos Estados da Amazônia Legal, o montante de R$ 6,65 bilhões, sendo R$ 5,38 bilhões aplicados no crédito de fomento e R$ 1,27 bilhão foi voltado para o crédito comercial. Com recursos do Fundo Constitucional do Norte (FNO), foram utilizados R$ 4,72 bilhões, valor que significa um recorde de aplicações nos 23 anos de existência do fundo. “Este marco demonstra a importância do Banco para a região, pois incentiva a geração de negócios, trazendo benefícios para o povo da Amazônia”, declara o presidente da Instituição, Valmir Rossi. Ele explica que estes resultados só foram alcançados graças às estratégias traçadas pela Instituição, bem como as parcerias articuladas em todo o ano passado.

No estado do Tocantins, em 2013, o Banco aplicou R$ 828 milhões em crédito comercial e crédito de fomento, um crescimento em relação a 2012, ano em que a aplicação ficou em torno de R$ 633,4 milhões. Para 2014 serão disponibilizados para aplicação em toda a região amazônica, recursos financeiros da ordem de R$ 9, 2 bi, originários das fontes de fomento (FNO, FDA, FAT, FMM, BNDES, OGU e Recursos Próprios) e da carteira de crédito comercial do Banco da Amazônia. Deste total, R$ 1 bilhão será aplicado no Tocantins.

A gerente de Imagem e Comunicação do Banco, Leudah Gallo, afirma que o banco superou todas as metas dos indicadores de programas de governo tais como o Plano de Incentivo ao Turismo, o Apoio a Microempresa e Empresas de Pequeno Porte, Programa de Apoio à Cultura, FNO-Biodiversidade e Créditos aos Agricultores Familiares - PRONAF.

Confira os detalhes dos balanços do Banco da Amazônia e do FNO na íntegra no site: bancoamazonia.com.br