Cursos & Concursos

Foto: Divulgação

Após o governador, Siqueira Campos, anunciar a publicação do concurso da Polícia Civil do Estado, na ultima segunda-feira, 10, não ficando claro como seria o processo de contratação da empresa responsável pelo certame. A Secretaria Estadual de Educação (Secad), afirmou ao Conexão Tocantins, na manhã desta quinta-feira, 13, estar com processo licitatório em andamento, garantindo a divulgação da empresa responsável pelo concurso até o lançamento do edital.

Segundo a Secad, o processo licitatório será encaminhado nesta quinta-feira, 13, à Controladoria Geral do Estado (CGE), e, antes do lançamento do edital, previsto para o dia 21 de fevereiro, o processo será concluído. Ainda segundo a secretaria, por se tratar de um concurso que passa por várias etapas, capacidade física, psicológica, odontológica, etc. e se tratando de segurança pública, apenas empresas com experiência estão sendo convidadas a apresentar propostas.

“Como se trata de concurso específico, voltado para a segurança pública, foi adotado o modelo de licitação onde são convidadas a apresentar propostas somente empresas com experiência comprovada neste tipo de seleção. É o mesmo sistema adotado pelos concursos da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros”, conforme Secad.

Concurso

Serão abertas 515 vagas no certame, 397 vagas para  provimento direto e mais 118 para cadastro de reserva. O edital deverá ser publicado oficialmente na próxima segunda-feira, 21.

Das 397 vagas previstas para provimento imediato, 97 são para delegado, 38 para agente, 162 para escrivão, 20 para auxiliar de autópsia, 10 para papiloscopista, 10 para médico legista e 60 para perito criminal. Este último cargo, segundo o despacho governamental, terá as diversas especificidades definidas no edital a ser publicado.