Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado Junior Coimbra disse durante evento na manhã de hoje que a unificação do partido foi um sacrifício e que muitos companheiros tiveram que abrir mão de cargos na Executiva. “ O PMDB não tem mais o autêntico e o Forte, não tem mais o PMDB da Katia e o PMDB do Marcelo. É um partido só”, disse. Ele admitiu porém que existem ainda disputas internas por causa das pretensões eleitorais. “Ele (o Marcelo) está disparado, o Junior Coimbra está um pouco atrás mas se fosse pesquisa que desse resultado não precisa fazer eleição”, disse

Coimbra garantiu que se não estiver melhor que Marcelo nas pesquisas vai ser cabo eleitoral dele. “Sou determinado, sou arrojado e estou percorrendo todas as cidades tocantinenses. Tenho fé que Junior Coimbra chega na convenção liderando as pesquisas mas se eu não chegar sou seu cabo eleitoral arrojado Marcelo pro que der e vier mas eu não entro para brincar não, presidente. Estou aqui é para trabalhar e ganhar”, disse.

Ele lembrou o nome do ex-governador Carlos Gaguim para o Senado e disse que se ele não despontar como candidato apoiará a reeleição da senadora Katia Abreu.  “Vocês não vão ver Junior Coimbra em outro palanque”, disse.