Geral

Foto: Divulgação

Com o título “Análise da Viabilidade da Conexão de Geração Solar Fotovoltaica na Rede de Distribuição de Palmas”, pesquisa desenvolvida pelo professor da área de Indústria do campus Palmas, Anderson Rodrigo Piccini, aponta que os moradores da capital do Tocantins já podem se tornar micro geradores de energia elétrica, utilizando o sol para isso.

O estudo, desenvolvido pelo professor durante a realização de mestrado na Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e defendido por meio de dissertação no último mês de fevereiro, verificou o comportamento da interligação do sistema fotovoltaico (que transforma a luz em energia) à rede elétrica de distribuição de energia do Estado do Tocantins (Celtins). A pesquisa teve como modelo a quadra residencial 1106 Sul em Palmas. 

“Fizemos levantamentos e observações, que possibilitaram a verificação do fluxo de energia”, explica o professor que destaca que por meio da pesquisa foi possível apontar uma futura mudança no fluxo de energia, a depender da quantidade de sistemas fotovoltaicos instalados. “Além disso, foi possível também estipular o tamanho de um equipamento padrão para implantação do sistema fotovoltaico em uma residência que consome cerca 230 KW/h por mês”, frisou o professor. 

Sistema fotovoltaico

Segundo o professor o estudo pode auxiliar a futura instalação de sistemas fotovoltaicos em Palmas, conforme prevê a resolução 482 da ANEEL, que estabelece as condições gerais para a conexão à rede da microgeração e minigeração de energia. 

Esta mesma resolução criou o Sistema de Compensação de Energia, que permite que sistemas fotovoltaicos – e outras formas de geração de energia a partir de fontes renováveis com até 1MW de potência instalados em residências e empresas – se conectem a rede elétrica de distribuição da CELTINS, atendendo o seu consumo local e injetando o excedente na rede. Este excedente gera créditos de energia e assim, por meio da geração de energia através do uso da energia solar, o consumidor pagaria apenas o custo de disponibilidade da rede. 

Estudo continua

Os resultados da pesquisa do professor serão apresentados em eventos internacionais na cidade de Córdoba, na Espanha, e em Foz do Iguaçu, no Estado do Paraná. Ainda de acordo com o professor, a intenção é dar continuidade à pesquisa por meio de um doutorado para o qual ele já está aprovado. https://mail.google.com/mail/u/0/images/cleardot.gif(Campus Palmas)