Cultura

Foto: Divulgação

Para orientar e informar os artesãos interessados em participar do edital Projeto Vitrines Culturais, a Representação Regional Norte do Ministério da Cultura, em parceria com a Fundação Cultural de Palmas (FCP), realizou uma oficina na tarde desta terça-feira, 1° de abril.

O edital Vitrines Culturais é uma ação do Ministério da Cultura junto com a Secretaria da Micro Pequena Empresa da Presidência da República e  promoverá a exposição e venda de artesanato de alta qualidade de todos estados brasileiros durante o mundial de futebol, entre 12 de junho e 13 de julho de 2014. As inscrições podem ser feitas até o dia 06 de abril.

As exposições acontecerão nas Fifa Fan Fest e espaços culturais das cidades-sede dos jogos, com ênfase em Manaus, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre.

Para o presidente da Fundação Cultural, Gerson Alves, a capital tem profissionais excelentes e capacitados para participar. “Temos trabalhos fantásticos que sem dúvida serão destaque. Nosso incentivo é para que todos participem e aproveite esta oportunidade”, afirmou Alves.

Na ocasião, o chefe da Representação do Ministério, Delson Cruz, explicou aos artesãos a importância de participarem do edital. “É uma oportunidade de divulgarem o trabalho de vocês a nível mundial, além de reforçar a cultura tocantinense através do artesanato”, enfatizou Delson.

Seleção

Serão selecionadas até 60 mil peças artesanais de valor simbólico e estético, como expressões culturais brasileiras. As peças devem ser produzidas manualmente, ou seja, não industrializada.

Podem participar artesãos brasileiros de qualquer parte do País, de forma individual ou por meio de grupos produtivos, núcleos, associações ou cooperativas de artesãos.

“Os candidatos selecionados são responsáveis por indicar o preço das peças e de embalar para que as mesmas sejam encaminhadas para o local que será exposta”, explicou.

Os artesãos ainda devem estar cadastrados no Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (Sicab), coordenado pelo Programa do Artesanato Brasileiro (PAB).

O Ministério da Cultura disponibilizará o espaço físico, recursos humanos para operacionalização do projeto e montagem da exposição. A Secretaria da Micro Pequena Empresa da Presidência da República ficará responsável por garantir a logística e a operacionalização de comercialização das peças nos espaços determinados.        

Material

Foi explicado aos artesãos que as peças devem ser produzidas com os seguintes materiais: areia, argila (barro), argila de bola (Ball clay), grés (tipo de argila), terracota ou argila vermelha, massa  para  louça  (faiança), argila e polímero, porcelana. Metal: prata, ouro, bronze e ferro. Borracha, conchas e escamas de peixes, penas, cascas de ovos e crina  de cavalo,couro, peles, chifres, ossos, dentes e cascos, fibras naturais como bambu e ratan. Madeira, pedras preciosas ou semipreciosas. (Secom Palmas)

 Confira o edital completo no link: http://www.cultura.gov.br/documents/10913/1080331/2014-02-20+-+Edital+Vitrines.pdf/e82d4d38-20a8-43cb-abcc-f9060477ccca