Saúde

Foto: Divulgação

 Idosos a partir dos 60 anos, trabalhadores da saúde, indígenas, crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, detentos e os funcionários do sistema prisional que ainda não se vacinaram contra a gripe têm até o dia 09 de maio para procurar uma Unidade de Saúde.

A vacinação faz parte da Campanha Nacional de Vacinação contra a influenza que tem a finalidade de prevenir a ocorrência da gripe e suas complicações nos grupos mais vulneráveis à doença. Promovida pelo Ministério da Saúde, a Campanha acontece no período de 22 de abril a 09 de maio. Em Palmas, a vacina está disponível em 33 salas de vacinas localizadas em todas as regiões da cidade.

Segundo dados da Coordenação de Imunização da Secretaria da Saúde, até o momento foram vacinadas aproximadamente 8 mil pessoas. No sábado, 26, Dia D da Campanha, as Unidades de Saúde ficaram abertas até as 17 horas.

Neste ano, a novidade é a inclusão das crianças de dois anos até cinco anos incompletos, aumentando o contingente de pessoas a serem vacinadas. Na Capital, a meta é imunizar cerca de 45 mil pessoas.

A coordenadora de Imunização do Município, Juliana Souza, explica que desde o início da imunização contra a gripe, em 1999, houve um impacto positivo na redução das internações hospitalares, gastos com medicamentos para tratamento de infecções secundárias e mortes evitáveis em decorrência de complicações da gripe. (Secom Palmas)