Estado

Foto: Imagem ilustrativa

Até esta sexta-feira, 16, Palmas sedia o I Seminário Estadual sobre Drogas e o III Seminário do Proerd. A abertura dos eventos, realizada na noite da última quarta-feira, 14, no Auditório do Palácio Araguaia, contou com as presenças de centenas de participantes, além de profissionais atuantes na área, autoridades e palestrantes de renome nacional. Os eventos são promovidos pela Secretaria de Defesa Social (Seds), por meio do Departamento de Ações sobre Drogas, e Polícia Militar, por intermédio do Programa Nacional de Resistência às Drogas e à Violência – Proerd .

A primeira noite do evento foi iniciada com a apresentação das bandeiras dos Estados, pelas alunas do Colégio Militar de Palmas. Em seguida, a Banda de Música da Polícia Militar executou o Hino do Tocantins e o Hino Nacional Brasileiro. O coral das crianças atendidas pelo Proerd também se apresentou e em seguida distribuiu abraços à plateia.

A abertura foi conduzida pelo coordenador do Proerd, tenente Fernando Oliveira, e pela diretora de Ações sobre Drogas da Seds, Magda Valadares.

A prevenção às drogas, aplicação de recursos, redução de danos, Comunidades Terapêuticas e outras temáticas serão debatidas entre mentores, instrutores, conselheiros municipais e estaduais sobre drogas, policiais civis, técnicos do Ministério Público, assistentes sociais, membros de comunidade terapêutica, do Amor-Exigente e Alcoólicos Anônimos durante dos dois dias de evento.

Em seu pronunciamento, o Comandante Geral da Polícia Militar, Coronel Gilberto Nogueira, falou sobre o alcance do Proerd, citando o programa como um dos maiores do Tocantins. “São mais de 200 mil crianças em 75 municípios que já foram atendidas pelo programa. Hoje o grande flagelo da nossa sociedade é a droga. E nos, policiais, lidamos diretamente com isso, sabemos do sofrimento das famílias. Este é o momento de reflexão, de chamamento da sociedade para o enfrentamento ao problema. Temos que travar uma guerra contra as drogas, para que juntos possamos fazer o melhor pelo futuro do Brasil”.

Para o secretário de Defesa Social, Nilomar dos Santos Farias, é preciso debater cada vez mais a problemática das drogas. “Precisamos garantir direitos humanos como foco prioritário na prevenção e recuperação do uso abusivo de drogas, e temos condições de lidar com o tratamento sob diversas perspectivas. A aproximação do usuário, que o enxergue como ser humano para além da droga, é o caminho para atender as necessidades específicas de cada um, e assim termos os melhores resultados”.

Finalizando a noite, os participantes puderam conferir palestra magna ministrada por Liane Castrillon, uma das principais referências da Federação Amor-Exigente no Brasil, com  o tema “Prevenção como atitude de vida”. 

Programação

16 de Maio – Manhã

8h às 8h30 – Momento Cultural

8h30 às 09h30 – Aspectos Técnicos e Estratégicos no Tratamento da Dependência Química: Intuição versus Evidência. Dr. Flavio Pechasky – Psiquiatra MD, PhD

09h30 às 10h – Perguntas e respostas

10h às 10h20 – Intervalo

10h20 às 11h20 – Elementos da Comunidade Terapêutica e as Evidências Científicas - Mauricio Landre – Assistente Social

11h20 às 11h40 – Perguntas e respostas

11h40 às 12h – Fechamento do Seminário (Secom SEDS)https://mail.google.com/mail/u/0/images/cleardot.gif