Polí­cia

Foto: Ascom SSP

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia Especializada da Criança e do Adolescente de Colinas do Tocantins, intensificou as buscas a Absair J. da C.. Ele é acusado de abusar sexualmente de sua própria neta, uma criança de apenas 12 anos de idade e está foragido desde o fim do mês de maio quando as denúncias contra ele vieram à tona.

De acordo com a Delegada Regional Olodes Maria, no dia 30 de maio do corrente ano, a mãe da adolescente compareceu até a Delegacia da Criança e do Adolescente e registrou um boletim de ocorrência, relatando que sua filha teria sido vítima de estupro fato, este praticado pela pessoa de Absair, o qual é considerado, pela vítima como “avô”. Conforme relatado pela garota, os abusos vinham sendo praticados desde que ela tinha nove anos de idade.

A vítima afirmou que sempre frequentou a casa do acusado, juntamente com seus irmãos mais novos e o homem sempre passava a mão em seu corpo e tocava em suas partes íntimas. A garota afirmou também que seu avô a colocava para pegar em seu órgão genital e, para isso, lhe dava R$ 2,00 (dois reais) para que a neta não contasse para sua mãe o que estava acontecendo.

Após a realização do exame de conjunção carnal e ato libidinoso, foi constatado que a criança não era mais virgem, bem como apresentava ruptura himenal antiga. Os agentes de polícia já foram várias vezes à casa do autor do fato, mas o mesmo encontra-se em local incerto e não sabido até a presente data. A PC representou pela prisão preventiva do mesmo a qual foi deferida pelo juízo da Comarca de Colinas.

Quem tiver qualquer informação que possa ajudar a capturar Absair Jorge da Costa, entre em contato com a Delegacia Especializada da Criança e do Adolescente de Colinas do Tocantins. (Ascom SSP)