Educação

Foto: Manoel Lima

O Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos está com inscrições abertas até o dia 27 de agosto e oferece premiações que variam entre R$ 5 mil e R$ 15 mil para os vencedores e segundos colocados de cada categoria. A quarta edição do concurso contempla trabalhos realizados por secretarias estaduais e municipais de Educação, instituições públicas e privadas de Educação Básica e Superior, além de instituições de Educação não-governamentais.

Segundo a organização, o prêmio é composto por quatro categorias. Entre elas, uma voltada especificamente para Secretarias de Educação (estaduais e municipais); uma voltada para as escolas públicas e privadas – com premiação específica para cada; outra categoria é voltada para instituições de ensino superior (públicas e privadas) e a quarta é para Organizações não Governamentais (ONG) e instituições sociais (sindicatos, associações, agremiações, movimentos sociais). Todas as categorias têm premiação para os primeiros colocados (R$ 15 mil) e para os segundos colocados (R$ 5 mil), além de diplomas e troféus.

De acordo com o edital, dentre outros itens, serão considerados os seguintes critérios no processo seletivo dos trabalhos inscritos: relevância do trabalho, criatividade, uso de novas mídias e o envolvimento de estudantes e da comunidade escolar na concepção e execução do trabalho.

Inscrições

As inscrições podem ser realizadas pela internet, por meio do site www.educacaoemdireitoshumanos.org.br, mesmo site onde se encontra o edital com as especificações definidas pela organização do concurso e a ficha de inscrição dos candidatos.

Outra forma de se candidatar é pelos correios, por meio de carta registrada ou Sedex, com aviso de recebimento, endereçada a Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos 2014, SHS Quadra 6, Conjunto A, Bloco C, Sala 919, Complexo Brasil XXI, Brasília-DF, CEP 70316-109.

O Prêmio

Com o tema “Educação em Direitos Humanos: construindo cidadania para transformar o mundo”, o prêmio tem como objetivo contribuir para a formação de uma cultura que defenda valores, atitudes e práticas sociais que respeitem os direitos dos cidadãos em todos os espaços da sociedade.

O concurso é uma iniciativa da Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura, do Ministério da Educação (MEC), e da Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República, com o apoio da Fundação SM. (Ascom Seduc)

Por: Redação

Tags: Prêmio Nacional de Educação