Cultura

Foto: Divulgação

De 14 de agosto a 31 de outubro, os cubos da praça externa do Centro de Atividades do Sesc serão ocupados pela arte de Marcos Dutra. A exposição “Poética do Lago” compõe o Projeto Arte ao Cubo 2014 e tem vernissage dia 14 de agosto, às 18h30.

Natural de Pequizeiro, Marcos Dutra já expôs diversas vezes no Sesc. Neste novo trabalho, o artista tocantinense baseia-se nos registros e memórias do rio Tocantins, que transformou-se em lago com o surgimento da Usina Hidrelétrica Luiz Eduardo Magalhães. De acordo com Dutra, “o lago afoga as matas, a comunidade, o cerrado e a cultura ribeirinha que se desenvolvia no entorno do rio”, explica.

Para o curador da mostra, Vone Petson, a exposição é um resgate à memória do rio Tocantins. “A cor preta que cobre os cubos é símbolo da morte do rio, do cerrado e das comunidades ribeirinhas e os sacos estéreis com a água do lago também é um registro da morte que se acumulou no leito do lago”, esclarece.

A exposição estará à mostra por meio do Projeto Arte ao Cubo até o dia 31 de outubro. A vernissage acontece no dia 14 de agosto, às 18h30, na praça externa do Centro de Atividades do Sesc. (Ascom Sesc)

Por: Redação

Tags: Marcos Dutra, Sesc, Vone Petson