Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado estadual Ricardo Ayres (PSB), comovido com a morte do líder do seu partido, o ex-governador de Pernambuco e candidato à presidência da República, Eduardo Campos (PSB), disse nesta quinta-feira, 14, que os ideais e as propostas do presidenciável serão levados adiante em sua atuação política no Estado.

Segundo Ayres, uma das preocupações de Eduardo Campos era levar aos jovens mais oportunidades de acesso à Educação, como o projeto de universalização do Ensino de Tempo Integral e Passe livre aos estudantes, ou seja, uma nova agenda integrada, como forma de reduzir a desigualdade social.  “Com a morte do candidato, o País perde um dos mais talentosos políticos e uma liderança jovem e idealista, que apresentava um novo caminho de esperança à nação”, afirmou o deputado.

A morte do presidenciável, ocorreu de forma trágica, quando o jatinho em que ele viajava caiu em um bairro residencial na cidade de Santos, litoral de São Paulo, na manhã desta última quarta-feira. Segundo Ayres, a morte de Eduardo Campos interrompeu o sonho de um homem que acreditava na renovação política pela força do povo brasileiro.

Para o deputado, a atuação de Eduardo Campos era rara na política “porque aliava gestão, ideais e práticas”. Ayres conheceu pessoalmente Eduardo Campos quando era secretário Estadual de Juventude do governo Marcelo Miranda (PMDB) e presidiu o Fórum Nacional de Secretários de Juventude que foi realizado em Recife. “Na ocasião, entregamos nas mãos de Eduardo Campos, no Palácio das Princesas, uma homenagem ao seu avô, Miguel Arraes”, disse o deputado.

Ainda segundo Ricardo Ayres, o País amanheceu mais pobre nesta quinta-feira, “mas temos a esperança que a sua luta vai continuar representada em cada brasileiro. E como ele disse na sua última entrevista em rede nacional: ‘Não vamos desistir do Brasil. É aqui onde nós vamos criar nossos filhos, é aqui onde nós temos que criar uma sociedade mais justa. Para isso, é preciso ter a coragem de mudar, de fazer diferente’”.

Por: Redação

Tags: Eduardo Campos, Ricardo Ayres