Educação

Foto: Ascom Seduc

Estudantes de escolas públicas do Tocantins dos municípios de Araguaína, Arraias, Dianópolis, Guaraí, Gurupi, Palmas e Paraíso, participaram nesta quinta-feira, 18, em Palmas, da última etapa da seletiva estadual do Programa Jovem Embaixador 2015. Dos 155 estudantes tocantinenses inscritos, 19 chegaram à final que consistiu em palestras e avaliação oral feita em língua inglesa. Dos finalistas, quatro serão escolhidos para a etapa nacional que definirá o representante do Tocantins na edição 2015 do programa que proporciona uma viajem de intercambio de três semanas aos EUA. O resultado final será conhecido no dia 24 de outubro.

A secretária de Estado da Educação e Cultura, Adriana Aguiar, esteve com os finalistas na sede da Seduc, na Capital. “Vocês já são vencedores e pela história de cada um, tenho certeza que estaremos muito bem representados no programa porque todos aqui estão aptos. Aproveitem este momento e saibam que muitos outros estudantes gostariam de estar onde vocês estão. A dedicação aos estudos faz toda a diferença para a vida”, disse Adriana aos estudantes.

A edição deste ano teve 155 inscritos no Tocantins, sendo a maior participação desde que o programa foi instituído no Estado. Para a secretária Adriana, o objetivo é ampliar a cada ano a participação dos estudantes. “O Jovens Embaixadores é importante porque permite aos estudantes expandir seus horizontes, conhecer outros alunos e reconhecer a importância de uma postura cidadã”, disse. O programa é uma iniciativa da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil e conta com o apoio do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), entidade que Adriana Aguiar é vice-presidente pela região Norte.

No Tocantins o programa é coordenado pela Comissão Estadual de Seleção de Semifinalistas Jovem Embaixador 2015, composta por servidores da Secretaria de Estado da Educação e Cultura (Seduc) para executar as atividades as conforme orientações da Embaixada.

Participação

“Todas as edições veem registrando um aumento no número de inscritos, mas este ano foi ainda maior. Isso mostra que as estratégias de mobilização realizadas pela Seduc estão tendo êxito e mais alunos podem concorrer a essa chance de ter essa experiência que possibilita a eles conhecer o sistema escolar dos Estados Unidos e acrescenta muito no currículo deles”, avaliou a coordenadora da Comissão Estadual do Jovens Embaixadores, Márcia Ribeiro de Paula.

Graziele Filipe, aluna do Centro de Ensino Médio de Gurupi, foi a vencedora da edição passada. Após o intercâmbio, a estudante tem se dedicado a ajudar na divulgação do programa e incentivado outros alunos a participar. “É uma viajem incrível, por isso quero que muitos colegas da minha cidade possam participar também e viver o que passei naqueles 28 dias nos Estados Unidos. Tenho me empenhado muito, mobilizando os outros alunos, mostrando pra eles o quanto é uma experiência enriquecedora”, destaca.

 Expectativa

Além de possuir conhecimento da língua inglesa, há outros critérios para a seleção dos candidatos, como possuir características de liderança, excelência acadêmica e exercer alguma atividade de voluntariado.

Lídia Ramos de Jesus, de 15 anos, é uma das finalistas. A estudante do Centro de Ensino Médio (CEM) Bom Jesus, de Gurupi, está confiante. “Falando com sinceridade, estou muito confiante que serei a Jovem Embaixadora do Tocantins 2015. Estou preparada para isso. Sempre gostei de inglês, dou aulas de reforço e quero ser intérprete”, disse.

Thiozer Nunes de Morais, de Guaraí, estuda a 3ª série do ensino médio no CEM Oquerlina Torres. “Esse é o segundo ano que participo, mas nunca tinha chegado nesta etapa. A prova foi tranquila e acho que tenho condições de representar bem o Tocantins no intercâmbio”, conta o estudante.

O intercâmbio

O resultado com o nome dos quatro estudantes do Tocantins que vão disputar a vaga de representante do Estado será divulgado em 24 de outubro no site do programa Jovens Embaixadores. A escolha do finalista que empreenderá viagem de intercâmbio aos Estados Unidos será feita pela Embaixada. Os outros três alunos selecionados participarão de um programa de imersão na Língua Inglesa durante uma semana em Brasília.

Ao todo, 35 estudantes brasileiros viajarão em janeiro de 2015 para os Estados Unidos, onde conhecerão os principais monumentos americanos e participarão de reuniões em organizações dos setores público e privado. Os jovens embaixadores também vão visitar escolas e projetos sociais, além de participar de oficinas sobre liderança e empreendedorismo. (Ascom Seduc)