Polí­cia

Foto: Ascom PRF

Na terça-feira, 30/09, por volta das 20 horas na Unidade da Polícia Rodoviária Federal em Araguaína (BR 153 Km 156) durante fiscalização de rotina, foi realizado abordagem a um veículo GM modelo Kadett, placas de Brasília, conduzido por R. V. A., 53 anos e dois passageiros. O condutor realizou o teste de alcoolemia, sendo constatado que o mesmo dirigia alcoolizado - foi autuado. 

Durante entrevista e pesquisas do condutor e passageiros aos sistemas de consulta da PRF foi verificado que havia 03 mandados de prisão contra um dos passageiros e irmão do condutor (R. V. A., 47 anos) não sendo possível identificar a origem e dados dos respectivos mandados.

Após vistoria no veículo, os agentes da PRF localizaram a importância de R$ 32.233,80 em espécie, 01 cheque de terceiros no valor de R$ 9.200,00 e outro cheque de terceiro em branco. Havia ainda uma nota promissória no valor de R$ 9.200,00 e duas cédulas sendo uma de 01 dólar americano e outra de cinco dólares canadense.

O trio que apresentou conversa desconexas disseram ser de Brasília para onde iriam. Informaram que saíram do Maranhão. Os agentes da PRF suspeitam que os documentos de identificação dos dois irmãos possam ser falsificadas, pois o nome da mãe são diferentes. Levantamentos preliminares feito pela PRF apontam para participação e prisão dos irmãos por assalto a bancos em Minas Gerais.

Após os procedimentos de praxe na Unidade da PRF, os três e os valores encontrados no veículo, foram apresentados à Delegacia de Polícia Civil na cidade de Araguaína/TO. (Ascom PRF)

Por: Redação

Tags: Araguaina, Polícia Rodoviária Federal