Estado

Foto: Divulgação

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins (Faet) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Tocantins (Senar), Edmar Corrêa Oliveira participou na manhã de quarta-feira, 01, de uma reunião na sede da Coapa – Cooperativa Agroindustrial do Tocantins na cidade de Pedro Afonso.    

A reunião aconteceu para discutir a implantação do laboratório de Classificação de Grãos, credenciado junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Quando estiver em operação a unidade vai atender produtores rurais de 17 municípios. Serão classificados grãos como soja, milho, sorgo, entre outros produtos.

Esse será o quarto do Tocantins, os outros ficam em Palmas, Paraíso do Tocantins e Gurupi.

A implantação do laboratório é fruto de uma parceria entre a Cooperativa Agroindustrial do Tocantins (Coapa) e a Secretaria da Agricultura e Pecuária (Seagro). O Termo de Acordo de Cooperação Técnica foi assinado na manhã desta quarta-feira na própria sede da cooperativa pedro afonsina.

Assinaram o documento o presidente e o vice da Coapa, Ricardo Khouri e Moacir Catabriga, e o secretário da Agricultura e Pecuária, Ruiter Pádua. O prefeito de Pedro Afonso, Jairo Mariano, e o representante da Superintendência Federal da Agricultura, Mauro Medeiros de Moura, assinaram como testemunhas. 

O evento também foi prestigiado pelo superintendente da Coapa, José Rander Lopes, e apresentantes do Sicredi e de empresas que atuam no mercado de compra e venda de grãos.

Atribuições

Pelo acordo cabe a Coapa disponibilizar o local apropriado com salas para recepção, classificação e arquivo de amostras e produtos, e também arcar com os custos de manutenção e operacionais. Já a Seagro, deve adquirir os equipamentos e materiais necessários para a realização dos trabalhos como: máquina testadora de arroz, determinador de umidade, balança de precisão, paquímetro, entre outros equipamentos. Além disso, será dado todo o suporte técnico, supervisão e fiscalização com intenção de garantir a qualidade dos resultados dos trabalhos.

O laboratório funcionará no mesmo prédio onde está localizada a loja agroveterinária da Coapa. Conforme o diretor de Fomento Agropecuário da Seagro, José Américo, no prazo de 20 dias o laboratório será instalado para em seguida ser certificado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, quando é feita a aferição dos equipamentos usados nas análises dos grãos.

Conquista e segurança para o produtor

O presidente da Coapa, Ricardo Khouri, afirma que a implantação do laboratório é mais uma conquista para os produtores da região. “A classificação oficial dá segurança ao produtor, garante o controle da qualidade e valoriza os grãos produzidos na região de Pedro Afonso. Além de agregar valor ao produto, também vai atender as exigências do mercado”, comentou Khouri.

Já o secretário Ruiter Padua acredita que a parceria vai garantir que os grãos produzidos em Pedro Afonso e região vão estar dentro dos padrões exigidos pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Valorização do produto

A classificação é uma atividade auxiliar ao processo de comercialização dos produtos de origem vegetal, seus subprodutos e resíduos de valor econômico, que tem por finalidade determinar a sua qualidade com base em padrões químicos e físicos estabelecidos pelo Ministério da Agricultura. (Ascom Faet/Senar)