Polí­cia

Um trabalho de investigação realizado por Policiais Civis da Delegacia de Araguaçú, na região Sul do Estado, resultou na prisão de Célio J. de J., 43 anos de idade e Nilson F. da S., 31 anos, também conhecido como “Neguinho”. Eles são os principais suspeitos de decepar os testículos de um homem de 46 anos para roubar a quantia de R$ 400,00, um crime bárbaro que chocou a população da cidade.

De acordo com o Delegado Vando Rodrigues de Moraes, responsável pelo caso, os dois indivíduos, na companhia da vítima, estavam ingerindo bebida alcoólica em um bar da cidade e, por volta das 14hs, se dirigiram até a casa de Célio, que fica localizada em uma chácara no Setor Vale do Araguaia.

Após chegarem ao local, Nilson teria segurado a vítima enquanto Célio, de posse de uma faca, decepou os testículos do homem. Após cometer o crime, Nilson fugiu do local e seu comparsa lavou o chão do imóvel e deu banho na vítima colocando-a na cama. Ainda de acordo com a PC, como se nada tivesse acontecido, o acusado foi até uma mercearia, que fica perto da casa, e informou ao proprietário que a própria vítima havia se castrado.

O comerciante, então acionou a Polícia Militar que compareceu ao local e efetuou a detenção do acusado. Após ser conduzido à Delegacia, o homem que, inicialmente negava participação no caso, confessou a autoria do crime e apontou Nilson como sendo seu comparsa na empreitada criminosa.

De posse dessas informações, os investigadores da Delegacia de Araguaçú deram início às buscas ao segundo acusado, que foi preso, no final da tarde de terça-feira, 28. Na Delegacia, ele também confessou participação no crime afirmando ainda que ele e Célio teriam praticado o bárbaro crime para roubar a quantia de R$ 400,00 (Quatrocentos Reais) que estava em poder da vítima.

Os dois foram indiciados por roubo com agravante de lesão corporal grave e, após os procedimentos cabíveis, foram recolhidos na carceragem da Cadeia Pública de Araguaçú onde permanecerão a disposição do poder judiciário. (Ascom SSP)