Polí­tica

Foto: Divulgação

Na sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI do Igeprev, desta terça-feira, 2, mais uma vez não deu quórum, o que irritou o presidente da Comissão, Stalin Bucar, que abriu e imediatamente fechou a sessão já que nenhum membro compareceu.

Em entrevista ao Conexão Tocantins ele afirmou que pretende encerrar a CPI. “Não deu quórum mais uma vez e ficamos feito palhaços”, disse. O parlamentar chegou a dizer ainda que a maioria dos deputados não tem interesse na CPI. O deputado oposicionista José Roberto Forzani (PT) não compareceu nesta terça-feira.

A próxima sessão da Comissão é apenas na próxima semana e o encerramento da Comissão está previsto para dia 31.

Nesta terça-feira a CPI iria definir a data da convocação da ex-contadora do doleiro Alberto Yousseff, Meire Poza, bem como a presença de representantes de outros órgãos.A CPI está sem relator desde que Ricardo Ayres (PSB), que exercia a função, deixou a Casa de Leis cm o retorno do titular da vaga, Raimundo Palito (PEN) que deveria substituí-lo porém o parlamentar não quis integrar a Comissão.

Os deputados aguardaram o presidente da Casa, Osíres Damaso (Democratas) escolher o novo relator mas a escolha ainda não foi feita e com isso Bucar resolveu indicar Sargento Aragão (Pros) para a vaga. A indicação seria feita na sessão de hoje mas também ficou prejudicada por falta de quórum.

Com o tempo curto, tendo em vista o encerramento dos trabalhos na Assembleia Legislativa deste ano, a CPI de fato pode não ter tempo para concluir a investigação e  apontar os culpados pelos desvios milionários no órgão.