Educação

Foto: Ascom Seduc

A rede estadual de ensino está acima da média nacional no número de estudantes que terminaram a 3ª série do ensino médio até os 19 anos de idade. Em 2013, 68,8% dos alunos do Estado se formaram nesta faixa etária; enquanto que no Brasil, segundo pesquisa do movimento Todos pela Educação, a média foi de 54%.

Com metas estabelecidas até o ano de 2022, o movimento Todos pela Educação divulgou recentemente uma pesquisa sobre a conclusão do ensino médio por adolescentes até 19 anos. Com base em dados da Pesquisa Nacional por Amostragem Domiciliar (Pnad 2013), o estudo aponta que no Brasil, cerca de 54% dos alunos terminam a 3ª série do ensino médio até os 19 anos de idade.

O estudo levou em consideração todas as redes de ensino (particular, municipal, estadual e federal) para chegar ao resultado. No Tocantins, conforme o Sistema de Gerenciamento Escolar (SGE) da Secretaria de Estado da Educação e Cultura (Seduc), em 2013 a rede estadual de ensino registrou mais 18.096 alunos matriculados na última série do ensino médio. Destes, 12.451 (68,8%) concluíram até os 19 anos de idade, um percentual acima da média nacional.

Levadas em consideração todas as redes de ensino, que foram a base do levantamento publicado, o Tocantins permaneceu dentro da meta, de 56% dos alunos de até 19 anos concluindo o ensino médio. Nacionalmente, a meta estabelecida pelo movimento nacional é de 63,7%.

Para os alunos, a conclusão da educação básica na idade certa acaba sendo um diferencial na hora da escolha da profissão que irão seguir. Gabryelly Santana Freire, 17 anos, estudou os três anos do ensino médio no Centro de Ensino Médio Taquaralto e, atualmente, trabalha como menor aprendiz numa escola particular. A estudante disse que tem o sonho de ser médica e está esperando o resultado do Enem para planejar a nova fase da vida. “Estou feliz em concluir o ensino médio e caminhar para uma nova fase que é cursar Medicina e estou ciente dos novos desafios que vem pela frente”, disse.

Mateus Marques tem 18 anos e é natural de Juazeiro / BA. Músico, ele foi aprovado em 3º lugar no curso de Engenharia Civil da Universidade Federal do Tocantins e no curso de Engenharia Agrônoma, na Universidade Católica. “Estudava umas duas horas por dia e depois tinha uma vida normal, como qualquer jovem. Não tive dificuldades para ser aprovado num curso superior. Acho que o jovem tem que buscar sempre mais, além do que é exigido na escola”, contou.

Metas

O Todos pela Educação, como forma de potencializar os investimentos no setor, estabeleceu desde sua criação, em 2006, uma lista de metas, bandeiras e atitudes para melhorar o sistema de ensino aprendizagem no Brasil.

Entre as cinco metas estabelecidas, conforme as normativas do TPE, está a que diz que todo jovem deve estar com ensino médio concluído até os 19 anos. Também fazem parte dos propósitos do grupo contribuir para que toda criança e jovem de 4 a 17 anos estejam na escola; que toda criança seja plenamente alfabetizada até os 8 anos; que todo aluno tenha aprendizado adequado ao seu ano; e que o investimento em Educação ampliado e bem gerido.

Taxa de abandono no Estado 

De acordo com pesquisa divulgada pela Exame.com no que se refere a educação do Brasil demonstrando onde os estudantes mais abandonam a escola no País e taxa de reprovação, o Tocantins possui uma taxa de abandono correspondente a 0,64 % no Ensino Fundamental- anos iniciais, 2,62 % nos anos finais do fundamental e 6,92% de abandono no ensino médio. (Da Redação com informações Ascom Seduc)

Por: Redação

Tags: Secretaria Estadual da Educação