Estado

Foto: Divulgação

O governador Marcelo Miranda foi recebido pelo procurador-geral de Justiça Clenan Renaut de Melo Pereira. Foi a primeira visita oficial do novo governador do Tocantins ao Ministério Público depois da sua posse. Apesar de ser uma visita de cortesia, foram discutidos assuntos relacionados às dificuldades encontradas no Governo. 

Segundo o procurador-geral na pauta da visita esteve a situação financeira do Tocantins. “O governador nos relatou as dificuldades encontradas, especialmente para fazer pagamentos, quitação de folha e a dificuldade que tem sem o Orçamento, uma vez que o mesmo não foi encaminhado para a Assembleia [Legislativa] pelo governo anterior no ano passado, como deveria”, ressaltou.

Clenan Renaut demonstrou confiança na reestruturação do Estado e disse que acredita que a partir do mês de fevereiro este volte ao seu ritmo normal, com a entrada de novos recursos e com o Orçamento enviado à Assembleia. “Ficamos agradecidos pela visita, é uma ação que prova as boas intenções do governador para gerir o Estado em fazer uma administração voltada para o interesse público, voltada para o povo. Ele quer dividir as dificuldades encontradas com todos os órgãos e instituições para que haja um planejamento e uma interseção de ações para que seja solucionado aquilo que dificulta o Estado neste momento”, enfatizou.

Marcelo Miranda ressaltou que foi uma visita de cortesia, mas também uma visita de trabalho. “Explicamos a situação que encontramos o Estado e as dificuldades, principalmente com relação a pagamentos de fornecedores e da folha dos servidores do mês de dezembro. Também foi uma oportunidade para colocar o Poder Executivo à disposição do MPE, para que a gente possa debater, conversar e trocar ideias importantes na defesa da sociedade tocantinense”, disse.

Sobre as visitas que está realizando, o governador explicou que está buscando a integração e parceria das instituições, do Poder Legislativo, Poder Judiciário, secretarias e autarquias, por entender que é necessário dar boas vindas ao novo governo. “Vejo que hoje existe uma maturidade política administrativa no Estado e temos que aproveitar isso para buscar melhorias para o nosso povo”, completou.

O procurador-geral de Justiça recebeu o governador, acompanhado do procurador-geral do Estado, Sérgio do Valle, do secretário de Segurança Pública, Cesar Simoni, do procurador e ouvidor do MPE, Alcir Rainere Filho, e dos promotores Célio Sousa Rocha, assessor especial, e Marcelo Ulisses Sampaio, o chefe de Gabinete.