Educação

Começam na próxima segunda-feira (26) e seguem até o dia 26 de fevereiro as inscrições para o primeiro processo seletivo do curso de licenciatura em Letras-Libras da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Câmpus de Porto Nacional. Esta é uma das únicas graduações da universidade cujas vagas não são ofertadas ainda por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), e sim por vestibular realizado na própria instituição.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas no site www.copese.uft.edu.br. Para esta primeira turma, que ingressa no primeiro semestre letivo de 2015 (previsto para começar no mês de maio), são ofertadas 30 vagas, sendo 18 para candidatos surdos e 12 para ouvintes. A distribuição de vagas prevê ainda reserva para indígenas, quilombolas e estudantes que cursaram o Ensino Médio em escolas públicas, nos termos da Lei 12.711/2012, que estabelece cotas para pretos, pardos, indígenas e candidatos de baixa renda.

Conforme o edital nº 01/2015, para candidatos inscritos na categoria dos surdos, a seleção contará com prova objetiva de Libras, formulada e projetada em Libras, e prova de redação em Língua Portuguesa, com enunciado também projetado em Libras e corrigida considerando a relação de segunda língua que surdos brasileiros possuem com o português.

Para candidatos inscritos na categoria ouvintes, a prova objetiva de Libras será formulada e projetada em Libras, e haverá também uma prova de redação em Língua Portuguesa, considerando a relação de primeira língua destes com o idioma.

As provas do vestibular estão marcadas para o dia 29 de março. Mais informações podem ser conferidas no edital, e outros documentos referentes ao processo seletivo no site da Copese.

Sobre o curso

A licenciatura em Letras-Libras tem como objetivo principal formar docentes para atuar no ensino da Língua Brasileira de Sinais (Libras) como primeira e segunda língua nos níveis Fundamental II e Médio.

A proposta pedagógica do curso de Letras-Libras foi concebida como um sistema em que se articularam dimensões da formação específica e de caráter global, visando à formação de profissionais para atuarem como professores de Libras como primeira e segunda língua no Ensino Fundamental II e Médio, bem como em cursos profissionalizantes, de Educação de Jovens e Adultos (EJA) e de extensão. Além disso, os formados nesta licenciatura podem  atuar no mercado de trabalho como produtores de textos de diferentes gêneros e registros linguísticos, fomentando dessa forma o desenvolvimento de habilidades linguísticas, culturais e estéticas. Após a pós-graduação, podem, também, atuar como professores no Ensino Superior.

O curso será realizado nos turnos matutino e noturno, e tem duração prevista de oito semestres. (Ascom UFT)

Por: Redação

Tags: UFT