Estado

Foto: Divulgação

O Tribunal Pleno escolheu, durante a 1ª Sessão Extraordinária Administrativa, realizada no último dia 3 de fevereiro, a desembargadora Ângela Prudente para exercer o cargo de Ouvidor Judiciário do Poder Judiciário do Estado do Tocantins. A designação foi publicada no Diário da Justiça desta quarta-feira (4/2), por meio da Portaria nº 298, do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Ronaldo Eurípedes.

A atuação da Ouvidoria Judiciária é instituída pelo Regimento Interno da Corte, considerando o contido na Resolução TJTO nº 13, de 18 de julho de 2006. “Vamos aprimorar este importante canal direto de comunicação entre a sociedade e o Poder Judiciário, visando garantir um relacionamento democrático entre o Poder e a população e sugerir medidas de aprimoramento da prestação de serviços jurisdicionais”, garantiu a ouvidora.

Primeira reunião

Na tarde desta quinta-feira (5/2) a ouvidora, desembargadora Ângela Prudente, realizou a primeira reunião com a equipe de trabalho. Participaram os servidores Ana Carina Mendes Souto, Ronilson Pereira, Alessandra Adorno e Raimundo Alves Costa Filho.

Perfil Resumido

A desembargadora Ângela Prudente é natural da cidade de Goiânia, Capital do Estado de Goiás, É graduada em Administração de Empresa e Pública, pela Faculdade Anhanguera de Ciências Humanas, na cidade de Goiânia-GO, e em Direito pela Universidade de Ribeirão Preto, na cidade de Ribeirão Preto-SP.  Ingressou na magistratura no Estado do Tocantins 1989, atuando nas comarcas de Miranorte, Araguaína, Augustinópolis, Arraias, Paraíso do Tocantins e Palmas. Foi promovida desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins no ano de 2010, pelo critério de merecimento. Logo após ingressar a Corte, foi eleita Corregedora Geral de Justiça, biênio 2011/2013. Já no biênio seguinte, 2013/2015 atuou à frente do Poder Judiciário, sendo eleita presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins. (Ascom TJ)

Por: Redação

Tags: Tribunal de Justiça, Ângela Prudente