Estado

Neste mês de março de 2015, após 13 eleições e dois referendos, o Tocantins atingiu a marca de um milhão de eleitores. Com 26 anos de sua criação, o eleitorado cresceu mais de 120%, saltando de 448.644 para 1.000.138. Destaque para a participação da mulher no processo eleitoral que aumentou de 46% para 49%.

Os dados extraídos do Cadastro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram também significativa mudança na faixa etária dos votantes. Houve um crescimento relevante no número de eleitores em relação ao ano de 1994. O percentual de eleitores entre os 35 e 44 anos subiu de 18,8% para 20,8%; entre 45 e 59 anos de 16,8% para 21,6%; entre 60 e 69 anos de 6,2% para 8,3% e com mais de 70 anos de idade elevou de 4,5% para 6,8%.

Outro detalhe encontrado na análise realizada pela equipe da Secretaria de Tecnologia da Informação da Justiça Eleitoral tocantinense é em relação ao grau de escolaridade. No ano 2000 - quando houve a padronização dos dados estatísticos da Justiça Eleitoral Brasileira e essas informações passaram a constar no sistema de cadastro de eleitores - em relação a 2015 uma expressiva elevação pode ser detectada no grau de instrução e redução no número de analfabetos.

Analfabetos votantes em 2000 representavam 11,6% do eleitorado, hoje esse número está em cerca de 8%; pessoas que leem e escrevem caiu de cerca de 31% para 14,4%;  o número de eleitores com ensino fundamental incompleto caiu de 33,2% para 27,2%; com ensino fundamental completo também reduziu de 6,2% para 5,2%.

O aumento no grau de instrução pode ser percebido a partir dos dados dos eleitores com ensino médio incompleto, que, em 2000, correspondia a 8,5% e hoje está em 16%; eleitores com o ensino médio completo subiu de cerca de 7% para 17,5%; com o ensino superior incompleto de 0,8% para 4,3%. Destaque para os votantes com nível superior completo que subiu de 1,5% para 7%.

Biometria

Hoje o Estado do Tocantins conta com 39% de seu eleitorado votando por meio da identificação biométrica. O recadastramento iniciou em 2009 nos municípios que compõem 23ª Zona Eleitoral (ZE) de Pedro Afonso (Bom Jesus do Tocantins, Pedro Afonso, Rio Sono, Santa Maria do Tocantins, Tupirama) e 14ª ZE de Alvorada (Alvorada, Figueirópolis, Talismã). Em 2011 e 2012, a biometria foi estendida para a 2ª ZE de Gurupi (Alianca do Tocantins, Cariri do Tocantins, Crixas do Tocantins), e 7ª ZE  de Paraíso (Abreulândia, Divinopolis do Tocantins, Marianópolis do Tocantins, Monte Santo). Em 2013 e 2014 o processo foi realizado nos dois maiores colégios eleitorais do Estado, Palmas (29ª ZE) e Araguaína (1ª ZE), perfazendo 21 municípios com eleitores recadastrados e aptos ao voto biométrico. São 393.930 eleitores do Estado que votam pela biometria, o que imprime mais segurança dos pleitos. (Ascom TRE)

Por: Redação

Tags: Tribunal Regional Eleitoral