Polí­cia

A primeira temporada de júri na Comarca de Almas, no Sudeste do Estado, foi aberta nesta terça-feira, 10, com julgamento que levou à condenação de André Luiz Cardoso Xavier a 13 anos e dois meses de reclusão por um crime de homicídio praticado em 21 de setembro de 2014. A sustentação contra o réu foi feita pelo Promotor de Justiça Luiz Francisco de Oliveira.

A vítima do homicídio foi Haroldo Rodrigues dos Santos. Na noite em que foi assassinado, ele se encontrava em um bar com André Luiz, bebendo à mesma mesa. Após discutirem, André Luiz desferiu um golpe de faca contra Haroldo Rodrigues, na região pulmonar. A vítima chegou a ser levada para o hospital local, mas faleceu em decorrência do ferimento.

André Luiz, conhecido como “Luizinho”, foi detido em flagrante pela Polícia Militar na noite do crime, após ser encontrado na casa de uma tia, onde dormia. A faca utilizada no homicídio estava debaixo do colchão.

Nesta primeira temporada de júris em Almas, as próximas sessões serão realizadas nos dias 11, 12, 17 e 18 deste mês. (Ascom MPE)

Por: Redação

Tags: Polícia