Economia

Foto: Divulgação

Apesar do quadro recessivo da economia, o tocantinense pretende presentear ou consumir ovos de chocolate nessa Páscoa. Foi o que revelou uma pesquisa realizada nas três maiores cidades do Estado: Palmas, Araguaína e Gurupi. A “Expectativa de Consumo para a Páscoa 2015” foi promovida pelo Instituto Fecomércio Tocantins em parceria com a Universidade Federal do Tocantins (UFT) entre os dias 3 e 6 de março. Cerca de 60% dos entrevistados, média obtida entre as três cidades, disse ter a intenção de comprar nesta páscoa.

Na Capital, 59,1% dos entrevistados afirmaram ter intenção de presentear nessa Páscoa, com 55,4% tendo como preferência a aquisição de ovos de páscoa. A pretensão de gasto com maior apelo (47%) é de até R$ 50,00, sendo a forma de pagamento em dinheiro (82,6%). Conforme a maioria dos consumidores (54,7%), este ano os ovos estão mais caros, e para eles, a marca do produto é o fator decisivo no momento da compra.

Ainda na Capital, sobre a intenção do consumo de pescados na Semana Santa, 63,8% afirmaram que irão consumir peixe, com preferência pelo fresco (93,3%), e em especial, o tucunaré (19,4%). No item turismo e lazer, 73,8% disseram que não viajarão, já os que disseram que irão viajar (25,7%) o interior do Estado será o principal destino (57,3%).

Em Araguaína, 51,4% afirmaram possuir intenção de presentear com ovo de Páscoa tradicional (44,3%). O gasto da maioria de consumidores (49%) desse local é de até R$ 50,00, realizando esse pagamento em dinheiro (85,8%). Na comparação do preço do ovo de Páscoa deste ano com ao do ano passado, 50,7% afirmaram estar mais caros. O fator decisivo para a compra é a marca do produto, com 31,9%. Quanto ao consumo de pescados na Semana Santa, 71,6% afirmaram que irão consumir peixe, de preferência fresco (94,4%), tendo o tucunaré como espécie preferida (25,3%). Já com relação ao turismo e ao lazer, 60,8% dos entrevistados disseram que não irão viajar. Dos que pretendem viajar, 39,5% afirmaram que os destinos serão outras cidades do Estado.

Na cidade de Gurupi, 68,3% disseram ter intenção de presentear alguém. A previsão com gastos nesta pascoa de 58% dos entrevistados é de até R$ 50,00. Na comparação de preços dos ovos de Páscoa com relação ao ano passado, 53,3% disseram estar mais caros e que o fator determinante na compra dos mesmos é a marca do produto (54%). E sobre o consumo de pescados, 65,5% pretendem comprar algum tipo de peixe, fresco, de preferência (93,2%), tendo o tucunaré como espécie preferida (26,6%). Quanto ao turismo e lazer, 68,5% disseram que não irão viajar. Entre os que pretendem fazê-lo, 51,7% afirmaram que têm como destino outras cidades do interior do Tocantins.

Sobre a pesquisa

A pesquisa teve como objetivo levantar a expectativa de consumo e o perfil do consumidor na Páscoa, a ser celebrada no próximo dia cinco de abril. Foram analisados o perfil socioeconômico, a intenção de consumo tanto de ovos de Páscoa, quanto de pescados, e o turismo e lazer durante a Semana Santa. Em Araguaína e Palmas, foram entrevistadas em cada cidade 401 pessoas de ambos os sexos, com idade variando entre 16 e 25 anos e renda familiar de até R$ 1.000,00. Em Gurupi, foram 403 pessoas ouvidas, também nas mesmas faixas, etárias e de renda. (Ascom Fecomércio)