Polí­cia

Foto: Divulgação

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou nesta sexta-feira, 27, que a partir de levantamentos parciais sobre o comunicado de retorno ao trabalho dos policiais que se encontravam em situação de insurgência, até às 11 horas da manhã cerca de 600 policiais civis já fizeram este comunicado.

Conforme a pasta com o retorno desses policiais ao trabalho, estão em atividade, em Palmas, os 1°, 2°, 5° e 6° Distritos Policiais; o Plantão Centro e Plantão Sul e as delegacias especializadas. No interior do Estado, retornaram o Plantão de Araguaína e o Plantão de Gurupi. “ É importante ressaltar que os serviços do Instituto Médico Legal (IML), Instituto de Genética Forense (IGF) e Instituto de Criminalística (IC) em nenhum momento tiveram suas atividades paralisadas”, alega a pasta.

A SSP ressalta que os dados ainda estão em fase de consolidação, devendo ser concluídos até o final da tarde desta sexta-feira.

Sinpol nega

Por outro lado o Sindicato dos Policiais civis alega que a adesão à greve dos policiais civis no Tocantins segue 100% com todos os serviços. A entidade desafiou a SSP (Secretaria de Segurança Pública) a mostrar unidades da Polícia Civil no Estado funcionando. “Estamos numa luta dura por uma conquista histórica que nos foi arrancada por decreto. Não é com mentiras, pressões e sem negociação que a SSP vai parar com a nossa greve”, destacou o presidente do Sinpol, Moisemar Marinho.