Polí­tica

Foto: Divulgação

O presidente da Comissão de Igualdade da OAB/TO, Silvanio Mota, encaminhou nota na qual repudia e acha desproposital a Nota de Repúdio aprovada na última quinta-feira, na Assembleia Legislativa do Tocantins com relação ao beijo gay na novela Babilônia. "Afinal, o que pode haver mais em um beijo, senão afeto?", indagou o presidente.

Veja a íntegra da nota:

NOTA

O presidente da Comissão de Igualdade da OAB/TO, Silvanio Mota, repudia e acha desproposital a Nota de Repúdio aprovada na última quinta-feira, na Assembleia Legislativa do Tocantins, repudiando o beijo protagonizado por casal lésbico na telenovela Babilônia da TV Globo.

É um despropósito, porque temas importantes para apreciação e debate dos nobres parlamentares não faltam, como o problema grave na saúde, segurança pública, etc.

A OAB/TO, além de suas prerrogativas, luta por uma sociedade igualitária e justa, com respeito aos direitos humanos e à cidadania, inclusive das pessoas LGBT.Afinal, o que pode haver mais em um beijo, senão afeto?

Silvanio Mota

Presidente da Comissão de Igualdade da OAB/TO

Por: Redação

Tags: OAB, Silvânio Mota