Palmas

Foto: Valério Zelaya

O projeto de democratizar das vagas de estacionamento de Palmas começa a expandir a partir desta quarta-feira, 1º, quando a empresa Infosolo Informática Ltda, que gerencia o estacionamento rotativo, dará início à operacionalização da Zona Verde. Diferente da Zona Azul, que já está em operação desde fevereiro em oito bolsões da JK, na Zona Verde o tempo de permanência poderá ser de até quatro horas. 

A partir do dia 1º de abril a cobrança só será efetuada nos bolsões de estacionamento no entorno das quadras 104 Norte e 104 Sul, ou seja, ao longo das Avenidas NS-02, NS-04, LO-01 e LO-02. Já as vias internas dessas quadras serão reguladas em data posterior.

A empresa já iniciou uma campanha educativa no intuito de orientar a população quanto à utilização da nova área e as diferenças entre as Zonas Azul e Verde, além de incentivar o uso do aplicativo Blue. A Zona Verde que começa a ser cobrada a partir do dia 1°de abril terá tempo máximo de permanência de até 4 horas e terá os mesmos valores da Zona Azul.

Além de democratizar e organizar as vagas, antes ocupadas por comerciantes e funcionários, o estacionamento rotativo trará de benefício para Palmas mais de R$ 2 milhões em obras de infraestrutura. Já foram iniciadas a construção de calçadas, em breve serão instaladas câmaras de monitoramento, que também auxiliarão na segurança pública.

Em um APM localizada no meio da quadra 104 Norte, será construído um espaço para os vendedores de chambari (prato típico local), que hoje ocupam um estacionamento conhecido como ‘Feira da Gambira’.

Para orientar os motoristas, foram instalados na entrada de todos os bolsões de estacionamento placas identificando o tipo de área que o condutor está adentrando, se é Zona Azul ou Verde. A coloração das placas muda conforme o local, facilitando a orientação.

O secretário de Acessibilidade, Mobilidade, Trânsito e Transporte, Christian Zini, ressalta que a operacionalização nas demais áreas será gradativa. “Além das obras de infraestrutura que a empresa deverá executar para melhorar a mobilidade urbana nesses estacionamentos, parte do dinheiro arrecadado irá para o Fundo Municipal de Mobilidade e assim que o sistema de estacionamento rotativo espalhar-se para outras regiões, esse valor irá ajudar a subsidiar o transporte público. Nossa intenção é incentivar o uso do transporte público, proporcionando maior qualidade, e só assim conseguiremos reduzir o uso do transporte individual”, finalizou.

Valores

Os valores cobrados para automóveis, camionetes, pick-up, caminhões e triciclos serão de R$ 1,00 para permanência de 30 minutos na vaga; R$ 2,00 para permanência na vaga de 30 até 60 minutos; R$ 4,00 para permanência na vaga de 60 até 120 minutos; R$ 5,00 para permanência na vaga de 120 até 240 minutos. Lembrando que esse último valor é apenas para a Zona Verde.

Os valores para motocicleta serão de R$ 0,75 para até 30 minutos de permanência na vaga; R$ 1,50 para até 60 minutos de permanência na vaga; R$ 2,25 para até 120 minutos de permanência na vaga; R$ 3,75 para até 240 minutos de permanência na vaga.

Expansão do Estacionamento Rotativo 

A previsão é de que o sistema, que começou a funcionar no dia 02 de fevereiro, também seja implantado em outras regiões da cidade. As demais áreas serão operacionalizadas após benfeitorias por parte da empresa gestora.

Horário de Funcionamento

O estacionamento rotativo funciona de segunda à sexta-feira em horário comercial, das 8 às 18 horas. Aos sábados, das 8 às 13 horas. Nos domingos e feriados não há cobrança. Em datas comemorativas, o horário será diferenciado acompanhando o funcionamento do comércio, até a hora máxima de 22 horas, com exceção de eventos noturnos ou em operações especiais. (Secom Palmas)

Por: Redação

Tags: Christian Zini, Zona Verde