Polí­tica

Foto: Divulgação

Na sessão desta terça-feira, 14, na Assembleia Legislativa do Tocantins a deputada Amália Santana apresentou projeto de lei que visa regulamentar a comercialização de frutas, legumes e verduras que apresentam pequenas deformidades, popularmente adjetivados como “feios”, mas, aptos para o consumo das pessoas.

O governo federal por meio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento está incentivando o consumo destes alimentos para estimular o comércio e evitar o desperdício de frutas e hortaliças que atualmente chega a 39 mil toneladas, o suficiente para alimentar 19 milhões de brasileiros.

“Importante ressaltar que esta lei busca incentivar o consumo de alimentos que obedeçam as determinações da Anvisa, mas, que apresentam aspecto feio, com lesões ou deformidades que muitas vezes ocorrem durante o transporte destes alimentos até o local onde serão comercializados, por um preço menor que o normalmente praticado para este tipo de produto” defendeu a deputada. 

Cantinho do preço justo

A matéria sugere que sejam criados locais específicos dentro dos estabelecimentos onde estes alimentos serão comercializados, um “cantinho do preço justo”, onde estas frutas e hortaliças que apresentem algum tipo de deformidade, mas estejam próprios para o consumo, passariam por vistoria diária e seriam comercializados por um valor pelo menos 30% inferior ao normalmente estabelecido para este tipo de produto