Estado

Foto: Divulgação

Seguindo a programação da II Semana Nacional do Júri no Tocantins, o juiz Jordan Jardim presidiu, nesta terça-feira (14/5), na Comarca de Paraíso do Tocantins, sessão do Júri onde o réu João Cristino Ribeiro foi absolvido pela acusação do homicídio de Maurício Terto da Silva, ocorrido no dia 1º de novembro de 2009.

Em Novo Acordo, em sessão do júri presidida pela juíza Odete Batista Dias Almeida, o policial militar Robson Gomes dos Santos, acusado de assassinar Odair Dias dos Santos no dia 7 de dezembro de 2001, na cidade de Lagoa do Tocantins, foi condenado a oito anos e seis meses de reclusão e a perda do cargo público. O réu pode recorrer em liberdade.

Iniciada na última segunda-feira, a II Semana Nacional do Júri prossegue até o próximo dia 17/4. Serão realizadas 25 sessões de julgamento no Estado, assim distribuídas:

Comarcas de 1ª Entrância - Goiatins, 5; Novo Acordo, 2;Ponte Alta do Tocantins, 1.

Comarcas de 2ª Entrância - Ananás, 5; Formoso do Araguaia, 1;Miranorte, 3.

Comarcas de 3ª Entrância - Colinas do Tocantins, 1; Dianópolis, 1;Palmas, 1;Paraíso do Tocantins, 4;Pedro Afonso, 1.

O CNJ incentiva o julgamento de acusados por crimes abrangidos pelo Tribunal do Júri, que são homicídio, induzimento, instigação ou auxílio a suicídio, infanticídio e aborto em suas três modalidades tipificadas no Código Penal Brasileiro. O objetivo da iniciativa é levar a julgamento especialmente réus de processos antigos, referentes a crimes praticados pelo menos cinco anos antes. Em 2014, a Justiça julgou 17.348 processos relativos a crimes do Tribunal do Júri com denúncia apresentada até 31 de dezembro de 2009.

Por: Redação

Tags: Jordan Jardim, Semana Nacional do Júri