Palmas

Foto: Divulgação

A Polícia Militar bem como a Guarda Metropolitana começaram a desocupação de mais de 200 famílias na 1304 Sul em Palmas na manhã desta quarta-feira, 15. Os ocupantes recolhem roupas e demais pertences do local. Uma equipe da Defensoria Pública acompanha a desocupação. O grupo ameaça acampar em frente ao Paço municipal e já estudam outro local para irem já que a prefeitura informou que não há amparo legal para pagamento de aluguel social.

Cadeirantes e crianças também começam a deixar o local. A desocupação é uma determinação da justiça.Integrantes do Movimento de Luta pela Moradia - MNLM também estão no local auxiliando os ocupantes que alegam não ter para onde ir.

No dia 25 de março o juiz Vandré Marques da Silva, da 1ª Vara de Feitos das Fazendas e Registros Públicos de Palmas, expediu uma nova determinação de desocupação das obras com o uso da força policial e, se necessário, com o rompimento de obstáculos, visando o efetivo cumprimento da ordem judicial. A primeira liminar foi concedida ainda ano passado quando a prefeitura entrou com o pedido de reintegração de posse.

Ao todo são 221 prédios inacabados com o valor destinado para a obra de R$ 27 milhões, sendo R$ 20 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e R$ 7 milhões de contrapartida da prefeitura mas as obras estão paradas há oito anos.

Segundo o Tribunal de Justiça, a ação, iniciada nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (15/4), contou com oito oficiais de justiça coordenados pelo oficial Willys Pimenta. A desocupação ocorre de forma pacífica e ordenada e atende a um pedido judicial de reintegração de posse por parte da prefeitura de Palmas. 

A equipe de oficiais recebeu o apoio da Polícia Militar que disponibilizou 200 homens. Outros 50 integrantes da Guarda Metropolitana, 22 da Defesa Civil de Palmas, 15 agentes da ATTM, além de equipes do Corpo de Bombeiros, Defensoria Pública, Samu e assistentes sociais, também atuaram. Caminhões e trabalhadores braçais auxiliaram as famílias nas mudanças dos bens.