Estado

O Plano Agrícola e Pecuária 2015/2016 foi lançado nessa terça-feira, 2, no Palácio do Planalto, em Brasília, com aumento de aproximadamente 20% no valor destinado ao crédito rural, em relação ao Plano 2013/2014. Recursos que totalizam R$ 187,7 bilhões estarão disponíveis para operações de custeio, investimento e comercialização da agricultura, que vão estimular o aumento da produção agrícola e pecuária nos Estados. Autoridades e representantes do setor agropecuário do Tocantins participaram da cerimônia.

A base do plano são os médios produtores, o fortalecimento do setor de florestas plantadas, da pecuária leiteira e de corte, a melhoria do seguro rural e a sustentação de preços aos produtores por meio da Política de Garantia de Preços Mínimos. Para o financiamento de custeio a juros controlados, estão programados R$ 94,5 bilhões, 7,5% a mais do que o Plano anterior; e para investimentos, são R$ 33,3 bilhões.

Como parte da estratégia do governo federal para criar uma classe média rural mais forte e competitiva, o Programa de Apoio ao Médio Produtor (Pronamp) recebeu atenção especial. Para esse segmento, estarão disponíveis R$ 18,9 bilhões em recursos para custeio e investimentos, um aumento de 17%.  As taxas de juros ficarão em 7,75% ao ano para custeio e 7,5% para investimento. Índices inferiores aos que serão praticados para a agricultura empresarial.

Os valores a serem repassados para cada estado ainda não estão definidos, mas o secretário de Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária, Clemente Barros, que participou do lançamento, avaliou positivamente o plano. “Coincidiu com o que a gente esperava, uma vez que o agronegócio é o que está dando o melhor resultado no país. A decisão do governo federal vem ao encontro da necessidade de aumentar o apoio ao agronegócio. Nosso Estado vive no mundo do agronegócio e estamos plenamente satisfeitos com a política adotada pelo governo federal”.

Durante a cerimônia, foi anunciado que nos próximos dias serão lançados o Plano Safra da Agricultura Familiar e um Programa de Incentivo às Exportações. (Secom-TO)

Por: Redação

Tags: Plano Agrícola e Pecuária