Saúde

Foto: Divulgação

Dados repassados pela Secretaria Estadual de Saúde para o Site Conexão Tocantins mostram que 16 municípios do Estado estão em situação de risco com relação aos casos de calazar em humanos destes nove estão com índice de transmissão intensa. O município de Araguaína, segundo maior do Estado, registrou mais casos esse ano: 18, mais que a capital Palmas que fica em segundo e já teve 14 casos confirmados este ano.

Este ano até esta sexta-feira, 10,  já foram 73 casos confirmados no Estado.

Comparando de 2012 a 2014 Araguaína registrou 284 casos no total liderando o ranking de casos e a capital vem sem segundo lugar com 58. Em terceiro lugar vem Colinas e Paraíso do Tocantins, ambos com 32 casos. Gurupi registrou 27 casos e Miracema confirmou 23. De 2012 até 2014 o Tocantins teve ao todo 571 casos.

As equipes dos municípios e ainda da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) estão trabalhando ações nas cidades que tem mais casos registrados da doença. No mês passado Felipe Siqueira Sousa  de apenas um ano de idade  foi diagnosticado com a doença.

Calazar 

O calazar, é uma doença transmitida por um mosquito. Embora raposas, cães, roedores, tamanduás, preguiças e equídeos possam ser reservatório do protozoário e fonte de infecção para os vetores, nos centros urbanos a transmissão se torna potencialmente perigosa por causa do grande número de cachorros, que adquirem a infecção e desenvolvem um quadro clínico semelhante ao do homem.

A doença não é contagiosa nem se transmite diretamente de uma pessoa para outra, nem de um animal para outro, nem dos animais para as pessoas. A transmissão do parasita ocorre apenas através da picada do mosquito fêmea infectado. Na maioria dos casos, o período de incubação é de 2 a 4 meses, mas pode variar de 10 dias a 24 meses.

Os principais sintomas do calazar são febre com semanas de duração, fraqueza, perda de apetite, emagrecimento, anemia, palidez, aumento do baço e do fígado, comprometimento da medula óssea, problemas respiratórios, diarreia, sangramentos na boca e nos intestinos.