Campo

Foto: Divulgação

Acontece na segunda-feira, 03 de agosto, na cidade de Aliança do Tocantins, a 181 km de Palmas, o Seminário Nacional da Cadeia Produtiva da Ovinocultura, promovido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins).

O Seminário tem o objetivo de ampliar o conhecimento sobre o assunto para os produtores de ovinos e discutir o mercado e a logística da implantação de um polo do segmento no Estado. A programação do evento irá contar palestras, proferida por especialistas na área e pela ministra da Agricultura, Kátia Abreu, que fará ainda o lançamento da pedra fundamental de um frigorífico no município.

São esperados cerca de 300 produtores, dos quais grande parte deles serão levados pelo Ruraltins.  “A ovinocultura é uma cadeia que o Ruraltins trabalha, nesse sentido, estamos mobilizando nossos técnicos e principais produtores que nós assistimos para participar desse grande evento”, disse o diretor de Empreendedorismo Rural, Adenieux Rosa Santana, acrescentando ainda que aproximadamente 50 técnicos estarão no local.

A zootecnista do Ruraltins, Ana Clara Bohnen, destaca que a finalidade do evento é reunir produtores, técnicos e pessoas que trabalham com ovinocultura para incentiva-las a produzir mais, e, segundo ela, com o frigorífico o primeiro passo para fomentar a criação no Tocantins será dado. “A falta de um frigorífico sempre foi um dos nossos maiores gargalos, pois não há no Estado local autorizado para fazer o abate”, frisou a zootecnista.

Além das palestras técnicas, os produtores terão ainda palestras com agentes financeiros que estarão falando sobre a contratação de créditos e tirando as dúvidas dos produtores sobre o assunto. “Essas palestras irão abordar sobre o financiamento para a aquisição de reprodutores, matriz, construção de aprisco, ou seja, tudo o que eles precisam para aumentar a sua produção”, concluiu a Ana Clara Bohnen.

São parceiros na realização do Seminário, o Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), a Prefeitura de Aliança do Tocantins, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). (Ascom Ruraltins)