Polí­cia

Foto: Divulgação

Aconteceu uma tragédia em Arraias no início da noite desse sábado, 22 de agosto. O cabo João Fernandes Santos de Moura (43 anos) atentou contra a própria vida e acabou morto junto com um colega de profissão que tentava intervir no momento. O disparo de João Fernandes acabou acertando também o cabo Messias Batista Alves (32 anos). 

De acordo com informações repassadas pela Polícia Militar ao Conexão Tocantins, tudo aconteceu quando era realizada uma confraternização no clube da AABB naquele município. 

Segundo a PM, a viatura foi acionada pelo 190 e informada sobre uma ocorrência no clube da AABB em Arraias. Ao chegar, a equipe deparou com o corpo de João Fernandes. Segundo testemunhas, João Fernandes cometeu o suicídio utilizando arma de sua propriedade e Messias, ao tentar impedir, foi alvejado com o mesmo disparo efetuado por João Fernandes. 

De acordo com a PM, Fernandes morreu na hora e Messias, que foi atingido no peito foi levado ao Hospital de Arraias, mas não resistiu ao ferimento e faleceu também. A Polícia Militar lamentou a tragédia e informa que está apoiando amigos e familiares do policiais militares. 

Associação lamenta

Associação dos Praças Militares do Estado do Tocantins (Apra) lamentou a morte dos policiais militares. A Apra afirmou por meio de nota ser de profunda tristeza o acontecimento. "Diante do infortúnio, a Associação dos Praças Militares do Estado do Tocantins (APRA-TO), com profunda tristeza, lamenta o ocorrido e acredita ser esta uma enorme perda não só para os familiares e amigos mas para toda a corporação da PMTO, para o Estado e para a sociedade tocantinense". (Atualizada às 9h30 do dia 24/08/15)

Por: Redação

Tags: Polícia, Polícia Militar, arraias