Polí­tica

Foto: Divulgação

A deputada federal Josi Nunes (PMDB/TO) usou tribuna nessa quarta-feira, 02, para rebater as críticas feitas pelos deputados Carlos Gaguim(PMDB/TO) e Vicentinho Júnior (PSB/TO), que criticaram o pronunciamento feito pela peemedebista na terça-feira, 1º de setembro.

Josi deixou claro que em momento algum disse que o Estado do Tocantins estaria as “mil maravilhas”, conforme acusaram os colegas. “Em momento algum, senhor presidente, eu disse que o Estado estava às mil maravilhas ou, como disse um parlamentar do Tocantins ontem, que eu tinha dito que o Tocantins era um oásis do norte. Em momento algum eu disse isso, conforme foi dito por um dos nossos colegas que, inclusive chegou a dizer que eu deveria pedir desculpas ao povo do Tocantins por estar realçando aquelas obras. E disse mais: disse que eu vim à tribuna para falar uma série de inverdades”, frisou.

Sobre as declarações do deputado Vicentinho Júnior, que afirmou na tribuna que a tocantinense deveria “pedir desculpas a população” por defender a gestão do governador Marcelo Miranda (PMDB), Josi rebateu dizendo que  não é ela quem tem, que pedir desculpa ao Tocantins.  “Eu vejo que se tem alguém que deve pedir desculpas ao povo do Tocantins é aquele que fez parte do governo anterior, e que quebrou, literalmente, o nosso Estado; Se tem alguém que deve pedir desculpas ao Estado do Tocantins é aquele que apoiou o governo anterior, que não foi capaz de concluir a sua gestão, realizando um golpe político, renunciando o governador e renunciando também o seu vice. Esses, sim, talvez tenham que pedir desculpas ao Estado do Tocantins”, rebateu.

Sobre as críticas à greve da Educação pontuada por Vicentinho Júnior, que disse que o Estado estaria com um “indicativo de greve” Josi mais uma vez, explicou que a causa da greve foi originada na gestão anterior.  “Eu falei sobre a greve da educação, mas eu não falei aqui ontem que a educação estava às mil maravilhas. Eu disse que a educação ficou em greve por 3 meses no Estado do Tocantins devido a quê? Devido ao governo anterior, apoiado por um desses parlamentares que esteve na tribuna ontem, não ter pago as progressões de 2013 e de 2014, dando um acúmulo de recurso a ser pago pelo governador Marcelo Miranda”, reafirmou.

Josi sugeriu ainda, que os parlamentares buscassem mais informações sobre o Estado. “Com relação à educação, eu quero só dizer que o deputado ontem disse que a educação estava com indicativo de greve. Olha como não estão visitando o Estado do Tocantins. A greve já aconteceu, já acabou e o governador já vai receber o sindicato. Então, eu convido os parlamentares do Estado do Tocantins, principalmente esses dois que fizeram referência ao meu pronunciamento: vamos visitar o Estado. Talvez, ficaram envaidecidos com Brasília”, sugeriu.

Cisternas

No que tange a crítica feita pelo deputado Carlos Gaguim, que disse que a instalação de cisternas estão paralisadas, Josi mais uma vez, sugeriu que o parlamentar visitasse o Estado reafirmando que Marcelo Miranda já instalou mais cisternas em oitos meses do que o governo anterior nos quatro anos de mandato. “Eu quero dizer que só este ano, já foram concluídas 3.900 cisternas no Estado do Tocantins. Mil e quatrocentas foram instaladas no Governo anterior, mas, em apenas 8 meses, 2.400 cisternas foram instaladas. Parece que vocês não estão visitando o Estado do Tocantins, porque as obras estão sendo realizadas. Visite a Região Sudeste. Não somente as cisternas, mas uma série de outros trabalhos com relação à extensão de rede está sendo realizada”, finalizou.