Polí­cia

Encontra-se recolhido na carceragem da Cadeia Pública de Palmeirópolis, no Sul do Estado, Fernando D. de O., de 35 anos de idade. Ele é acusado pela prática do crime de estupro de vulnerável, praticado contra sua própria filha de 12 anos de idade e foi preso por policiais civis da Delegacia daquele município no início da manhã dessa quinta-feira, 24, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido pelo juízo da Comarca local.

De acordo com o delegado Elírio Putton Júnior, responsável pelo caso, conforme investigações da Polícia Civil, Fernando teria teria, por algumas vezes, abusado sexualmente de sua própria filha, uma adolescente que na época dos fatos tinha apenas 12 anos de idade. Ainda conforme as investigações, os abusos teriam ocorrido na casa em que o autor morava com a filha, em um assentamento, localizado na zona rural do município de São Salvador, durante o ano de 2014.

Em novembro de 2014, o Conselho Tutelar São Salvador recebeu um denúncia informando que Fernando estaria abusando sexualmente da própria filha. As informações foram repassadas a Delegacia de Polícia Civil de Palmeirópolis, que deu início às investigações, objetivando constatar a veracidade dos fatos. Ao ser ouvida pelo delegado, inicialmente, a vítima negou os fatos e, alguns dias depois se mudou para a casa de sua mãe, na cidade de Minaçu-GO.

Em Goiás, a adolescente, acompanhada por sua mãe, foi até a delegacia local e decidiu relatar os abusos que teria sofrido por parte do pai. Após alguns meses, a polícia de Goiás enviou a confissão da menina para a DP de Palmeirópolis, a qual foi anexada com as investigações realizada pela polícia civil do Tocantins. Diante dos fatos, o delegado Elírio representou pela prisão de Fernando, a qual foi cumprida na última quinta-feira.

Por: Redação

Tags: Palmeirópolis, Polícia, Polícia Civil