Polí­tica

Foto: Divulgação

A Câmara dos Deputados realizará na próxima segunda-feira, 19, às 9 horas, uma sessão solene em homenagem ao Dia do Professor, comemorado no último dia 15. A deputada federal professora Dorinha Seabra Rezende (Democratas/TO) é uma das parlamentares coautoras do requerimento que solicita a realização da sessão solene.

“A Câmara aprovou o Plano Nacional de Educação e dentre as suas metas está o estabelecimento de estados e municípios construírem novos planos de carreira para o professor. Planos que possam atrair novos profissionais para a educação, que possam mudar a direção da nossa juventude. Hoje a maioria dos estudantes do ensino médio não quer seguir a profissão docente. E isso não é por acaso, pois a carreira não é atraente. Todos se lembram de homenagear o professor, dizem da sua importância e reconhecem a diferença, mas não lutam por melhorias. A qualidade da educação de um país é medida pela qualidade da formação de um professor. Temos a responsabilidade de aprovar diretrizes nacionais de carreira. O futuro do nosso país depende de bons professores ”, disse a deputada.

Sobre a data

O dia do professor é comemorado no dia 15 de outubro. Mas esse costume surgiu no Brasil ainda no século XIX, no ano de 1827, quando Dom Pedro I baixou um decreto imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Somente em 1947 aconteceu a primeira comemoração. Foi em São Paulo, no Ginásio Caetano de Campos. Na época, o período letivo do segundo semestre começava em 1º de junho e se arrastava até 15 de dezembro, com apenas 10 dias de férias. Quando quatro professores tiveram a ideia de parar para descansar. Foi então que o professor Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia 15 de outubro. A ideia se espalhou até ser oficializada como feriado escolar em 1963.