Geral

Foto: Clifton Morais

Acontece até a próxima sexta-feira (23), a primeira oficina psicossocial de Gurupi. O evento começou na manhã desta segunda-feira (19) e tem a participação de quase 100 profissionais da saúde que estão debatendo sobre as melhorias da rede de atenção psicossocial.

“O debate visa fortalecer a classe da rede Psicossocial. Temos profissionais de São Paulo, que vieram justamente para conhecer um pouco da realidade do nosso Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e também mostrar a forma de trabalho da Rede nos grandes centros”, explicou a Secretária da Saúde de Gurupi, Suely de Aguiar.   

Debate

O médico psiquiatra Dráuzio Viegas, de São Paulo, é um dos debatedores no evento. Segundo ele, a formação de pessoas capacitadas para trabalhar com o processo da saúde mental é fundamental. “O debate durante esses dias vai servir para firmamos novos eixos de trabalho dentro da rede Psicossocial, e trabalhar com profissionais capacitados e que tenham sensibilidade é o que vamos também conversar durante a oficina”, afirmou.

Dois enfermeiros de São Paulo, também estão participando da oficina. Além de profissionais de Hospitais, Unidades Básicas de Saúde, Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), de Gurupi, que também participam da oficina.

Por: Redação

Tags: Dráuzio Viegas, Gurupi, Suely de Aguiar