Estado

Foto: Divulgação

Com base nas informações coletadas pela equipe técnica da Sala de Situação da Defesa Civil Estadual, os índices pluviométricos registrados no Tocantins no mês de novembro, tendo em relação aos dados coletados no mesmo período em 2014, apontam uma redução das incidências de chuva em grande parte dos municípios tocantinenses. Em todas as 14 cidades tocantinenses monitoradas, apenas em Formoso do Araguaia foi identificado aumento em relação ao ano passado.

De acordo com os dados, municípios de Mateiros, Araguaína e Campos Lindos identificaram uma redução de 81%, 79% e 78%, respectivamente em relação ao ano de 2014. Segundo o professor doutor José Luís Cabral, meteorologista da Universidade do Tocantins (Unitins), as causas da estiagem são decorrentes do fenômeno meteorológico El Niño. De acordo com o meteorologista, os efeitos já são considerados os piores dos últimos 15 anos. “A falta de chuvas neste ano já tem interferido inclusive na janela de plantio das produções agrícolas do Estado”, afirmou. Ainda segundo o professor doutor, os efeitos poderão diminuir as incidências de chuva nos estados da região Norte e Nordeste e aumentar nas regiões Sul e Sudeste do País.

Segundo o gerente do centro de monitoramento da Sala de Situação da Defesa Civil Estadual, capitão bombeiro Cássio de Sousa Pedro, os fenômenos meteorológicos sugerem alerta por parte da população. “Geralmente neste período registramos fortes chuvas e este ano estamos enfrentando uma situação atípica. A Defesa Civil orienta a população a manter os cuidados caso ocorram precipitações de chuva para evitar possíveis acidentes”, afirmou.