Meio Ambiente

O processo seletivo para escolha de entidades não governamentais para compor o Conselho Municipal de Meio Ambiente (CMA) de Palmas/TO foi adiado para o início do ano de 2016. No entanto, a previsão para publicação do novo edital está prevista para o mês de dezembro próximo. O adiamento foi deliberado na 13ª reunião extraordinária do CMA, realizada no último dia 23.

O adiamento se deu em função de que os conselheiros decidiram adotar um procedimento padrão para composição de conselhos, utilizado em nível estadual e federal, em que a escolha dos novos membros será feita mediante indicação de cada segmento, dentre eles, o empresarial, acadêmico e pesquisa, profissionais, religiosos e representantes da sociedade civil com atuação na área ambiental. Inicialmente, as inscrições estavam previstas para acontecerem entre os dias 23 e 25 de novembro.

A presidente do CMA e da Fundação Municipal de Meio Ambiente, Germana Pires Coriolano, considerou que com o adiamento, o processo se torna mais acessível à população. “Com esse prazo estendido, as pessoas aptas a participarem da seleção terão mais tempo para se inteirar sobre as atividades do Conselho e de participarem da concorrência”, avaliou.

O Conselho

O Conselho Municipal de Meio Ambiente é um órgão colegiado, normativo e deliberativo, composto por 15 entidades, representantes de órgãos governamentais e não governamentais, sendo o seu presidente membro nato. A função dos membros do CMA é considerada como relevante serviço prestado à comunidade e exercida gratuitamente.