Saúde

Foto: Lino Vargas

Enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes de saúde das Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) de Gurupi, participaram nesta segunda-feira (7) de uma capacitação sobre o zica vírus e a microcefalia. O treinamento foi promovido pela Secretaria da Saúde de Gurupi e a meta é capacitar todos os profissionais da saúde do município.

De acordo com Adriana Prado, diretora de atenção à saúde, a capacitação pretende fortalecer a prevenção. “Estamos capacitando e sensibilizando as nossas equipes das UBS’s para que tenham condições de atender e orientar a população”, afirmou a diretora.

Para a enfermeira Luana Bastos, o treinamento vai ajudar a disseminar as informações sobre as doenças. “Essa capacitação acrescenta maior conhecimento para que possamos informar sobre essas enfermidades tão graves”, pontuou.

Microcefalia

Segundo o Ministério da Saúde, a microcefalia está associada com a infecção pelo zika, que é causada pelo mosquito Aedes Aegypt. As maiores chances de o bebê ter microcefalia ocorrem nas gestantes que já tiveram dengue alguma vez e que tiveram zika no primeiro ou no último trimestre de gestação. “Até o momento nenhum caso de microcefalia foi notificado em Gurupi, mas o trabalho de orientação e acompanhamento das gestantes está sendo feito”, completou Adriana Prado.

Cuidados

Se o vírus chegar ao bebê na gestação, pode causar a microcefalia. O cérebro não se desenvolve e, por isso, o crânio não cresce.  “Pedimos que as gestantes façam corretamente seus pré-natais e evitem a automedicação. Para prevenir o zica é recomendado também usar roupas que protejam a maior parte do corpo e usar repelentes sob prescrição médica”, explicou a enfermeira Viviany Toledo.

Viviany afirmou ainda que muitos cuidados precisam ser tomados pela população. “A ajuda da comunidade é fundamental, principalmente em relação à limpeza de seus quintais, acabando com os focos do mosquito transmissor”, finalizou

Por: Redação

Tags: Adriana Prado, Microcefalia, Zica Vírus