Estado

Exatos 2.482 servidores do governo do Estado devem receber o salário deste mês apenas em fevereiro do próximo ano. O número foi apresentado ontem pela Secretaria Estadual da Administração (Secad) e refere-se ao total de servidores estaduais que não fizeram o recadastramento dentro do prazo definido pela gestão estadual.

O prazo para recadastramento teve início há três meses e terminou no último dia 1º. Desde o início desse período o governo informou que aqueles que não fizessem a prestação das informações teriam o salário de dezembro suspenso. Apesar do alerta, mais de 2,4 mil perderam o prazo.

Ainda de acordo com a Secad, do total de servidores com o salário suspenso, a maioria (1.475 pessoas) é efetiva no governo do Estado. A lista com os nomes dos que estão com o salário de dezembro suspenso está publicada no Diário Oficial do Estado, edição da última quarta-feira.

Quem regularizar a pendência receberá o salário em fevereiro.

Já os que, mesmo sem receber o pagamento, não se regularizem, estarão sujeitos a abertura de processo administrativo, no caso dos efetivos. Já os contratados e comissionados devem ser exonerados.

Como fazer

Para efetivar o recadastramento, os funcionários do Estado deverão procurar o setor de posse da Secad, com originais e cópias de documentos pessoais, como certidão de casamento, de nascimento ou de óbito de cônjuge.