Saúde

Foto: Sara Cardoso  Somente na primeira semana de janeiro a direção do HRA tomou conhecimento de 20 casos de tentativas de extorsão Somente na primeira semana de janeiro a direção do HRA tomou conhecimento de 20 casos de tentativas de extorsão

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) está orientando familiares e pacientes a comunicar qualquer informação relativa a ligações telefônicas de estelionatários pedindo depósitos em troca de atendimento.

Somente na primeira semana de janeiro de 2016, a direção do Hospital Regional de Araguaína (HRA) tomou conhecimento de 20 casos diferentes de tentativas de extorsão feitas por telefone a familiares de pacientes que estão internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). As ligações foram feitas por pessoas que se fizeram passar por funcionários do hospital.

Segundo a diretora geral do HRA, Érica Weysfield Mendes Tomelin, as ligações informavam aos familiares que os pacientes estavam em estado crítico e pediam a realização de um depósito em dinheiro para que fossem feitos exames e outros procedimentos.

“Já comunicamos que a informação não procede. O hospital não faz este tipo de ligação e não solicita qualquer pagamento em troca de atendimento”, acrescentou a diretora.

O HRA já solicitou a abertura de sindicância para apuração das responsabilidades diante de um possível vazamento de informações restritas aos prontuários dos pacientes e orienta aos familiares que denunciem qualquer tentativa de obtenção de vantagem usando o nome de qualquer hospital do Estado.