Estado

Foto: Divulgação

Pais e alunos que residem no Assentamento Mártires da Terra que conta com mais de 56 famílias assentadas e situa-se no município de São Bento do Tocantins, resolveram, como forma de protesto, reter ônibus de transporte escolar da Prefeitura de São Bento do Tocantins.

O assentamento localiza-se a 30 km da sede do município e, segundo os assentados, o problema é que a grande maioria dos alunos estuda na Escola do Estado, cujo ônibus que atendia estes alunos era o ônibus da Prefeitura de São Bento do Tocantins conveniado com o próprio Estado e a prefeitura teria decidido não mais carregar nenhum aluno que pertence a Escola do Estado.

Diante deste impasse, os pais e alunos bem como a comunidade em geral, indignados com a situação por estar com uma semana sem frequentar a escola em função do impasse entre a Prefeitura e o Estado resolveram reter o ônibus no assentamento até a situação ser resolvida.

Os manifestantes estão reivindicam a presença do Ministério Público, do prefeito e da Secretaria Estadual de Educação para resolver o impasse.