Estado

Foto: Elizeu Oliveira

O governador Marcelo Miranda e representantes do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), reuniram-se na manhã desta terça-feira, 23, no Palácio Araguaia. O encontro marcou a retomada das negociações do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Estado do Tocantins (Prodetur), iniciadas na gestão anterior do governador. As discussões avançam, especialmente, no que se refere ao asfaltamento de um trecho de aproximadamente  200 km, interligando municípios de Lagoa do Tocantins e Mateiros.

Para o governador, o financiamento vem para impulsionar, a princípio, a região do Jalapão. “Esse projeto é uma das prioridades no meu Governo, por entendermos o grande alcance dele. Seja no alcance social como no desenvolvimento turístico e para o escoamento da produção. Tenho certeza de que, com a conclusão desta estrada, mudaremos a realidade daquela região”, ressaltou.

Elogiando o andamento do projeto no Tocantins, o diretor representante da CAF no Brasil, Victor Rico, disse que as negociações para o financiamento estão avançadas. “A equipe fez o trabalho técnico muito eficiente. Estamos muito satisfeitos. Eu acredito que vamos poder avançar para que a CAF possa financiar esse projeto o mais rápido possível”, comentou ao citar que o Prodetur prevê investimento de U$$ 120 milhões. Destes, U$ 72 milhões do CAF e U$ 48 milhões de contrapartida do Executivo Estadual, que não será, necessariamente, em recursos. “Pode ser em obras realizadas pelo estado com financiamento público do governo federal ou de outros mecanismos multilaterais”, esclareceu.

De acordo com o diretor do CAF, atualmente o Prodetur no Tocantins é também prioridade para o Banco. “Esse é um projeto prioritário para a CAF no Brasil, porque tem um impacto muito importante para o desenvolvimento turístico do Estado. O Tocantins é um estado com excelente potencial turístico no Brasil, mas precisa de infraestrutura e tem que ser sustentável do ponto de vista ambiental, social e econômico. Nós acreditamos que o projeto, como está desenhado, tem essa sustentabilidade. Acreditamos que quando esse projeto concluir vai ter um impacto muito importante. Vai mudar a vida dos cidadãos que moram naquela região”, enfatizou.

Prodetur

O Programa é vinculado ao Ministério do Turismo (MTur) com a proposta de fortalecer a Política Nacional de Turismo, alinhando os investimentos regionais, estaduais e municipais a um modelo de desenvolvimento turístico nacional. Busca, com isso, gerar empregos e diminuir as desigualdades regionais.

No Tocantins, o objetivo é promover a inclusão social com aumento da geração de renda das comunidades locais e a conservação ambiental por meio da atividade turística planejada nos polos do Jalapão, Cantão e Palmas.

Investimentos

Dentre os projetos a serem contemplados pelo Prodetur, destacam-se as obras de pavimentação asfáltica, interligando os municípios de Lagoa do Tocantins e Mateiros, ambos na região do Jalapão.

Entre eles estão os trechos da TO-247, ligando Lagoa do Tocantins até Cachoeira da Velha, um trecho de 91 km; 20 km da TO-030 de São Felix ao povoado Prata; e a TO-110 do Povoada Prata a Mateiros, um total de 55 km, além de outro trecho em fase de definição.

Participação

Participaram da reunião, o secretário-geral de Governo e Articulação Política, Lyvio Carneiro; os secretários de Estado do Planejamento e Orçamento, David Torres; Fazenda, Edson Ronaldo Nascimento; Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura, Alexandro de Castro Silva; Infraestrutura, Habitação e Serviços Públicos, Sérgio Leão; procurador-geral do Estado, Sérgio do Vale; o presidente do Naturatins, Herbert Brito; subsecretária do Planejamento e Orçamento, Regina Martins; e técnicos das secretarias.

Missão CAF

Compõem a comitiva do CAF, o diretor representante da CAF no Brasil, Victor Ricco; o executivo sênior José Rafael Neto, o chefe da Missão, Santiago Caballero, além dos consultores Ramiro Pascual, Cecília Guerra, Danny Rodrigues e Marcelo Santos.