Estado

Foto: Elias Oliveira

O secretário da Educação, Juventude e Esportes, Adão Francisco de Oliveira, acompanhado pelo representante da Embaixada da Finlândia, visitou as atividades do programa Mais Cultura no Colégio Estadual Duque de Caxias, no distrito de Taquaruçu. A visita faz parte da programação da Embaixada finlandesa em Palmas, que culminará na assinatura no termo de amizade que será assinado entre o Governo do Estado e o país nórdico europeu para a o Programa de Formação Continuada de Educadores do Tocantins – Professor Coach: a arte de potencializar habilidades em sala de aula.

Durante a visita a Taquaruçu, o coordenador de Cooperação em Educação, Ciência e Inovação da Embaixada finlandesa, Jarkko Wicstrom, que representou o embaixador Markku Vkirri, acompanhou apresentações da Trupe Tupiaçu, que faz parte da oficina de Circo do Mais Cultura, e conheceu um pouco mais a realidade escolar do Tocantins.

Para Wicstrom, a transformação educacional passa pelo esforço conjunto de todos os atores envolvidos com a comunidade escolar. "O que temos de bom na Finlândia é a Educação e foi graças aos professores, diretores de escolas e alunos que iniciaram a transformação a 130 anos. Naquela época ficou resolvido que aquele povo sofrido do norte da Europa iria evoluir através da educação. Lá tem dado certo; porque não pode dar certo aqui no Tocantins?", disse.

Já o secretário Adão Francisco, reforçou a política educacional adotada pelo Governo do Tocantins, que visa promover uma formação social entre os alunos tocantinenses. A Educação Integral e Humanizada, conforme o secretário, vai ao encontro da proposta finlandesa para o setor.

"A Finlândia é referencia mundial em Educação. A implantação efetiva da Educação Integral e Humanizada no Tocantins vai depender de nosso esforço, enquanto gestão, mas também de vocês alunos e professores, em prol de um único objetivo, que é a transformação social por meio da educação", completou.

Mais Cultura

Ao final da visita, o diretor do Duque de Caxias, Maximiano Bezerra, destacou as ações do programa Mais Cultura na escola. "Aqui no Duque de Caxias, por meio do programa, nós desenvolvemos quatro oficinas: de circo, de mídias livres, de Hip Hop e a de patrimônio cultural da nossa comunidade. Com isso conseguimos envolver os nossos alunos e fortalecer a nossa cultura", salientou.