Polí­tica

Foto: Juliano Ribeiro

O ex-secretário estadual da Agricultura do Tocantins e ex-presidente regional do PSDB, Jaime Café de Sá, desfilou-se do partido e saiu atirando. Café afirmou discordar da atual forma de condução do partido que atualmente é presidido pelo senador Ataídes Oliveira no Estado.

Segundo o agora ex-tucano, o partido não permite aos seus membros “o direito de opinar, debater e auxiliar nas decisões políticas e de rumos da sigla em nível municipal e no Estado” e por isto decidiu apresentar sua carta de desfiliação do partido.

Jaime Café, que também já foi prefeito de Lagoa da Confusão, lembrou nas últimas eleições obteve 10.555 votos na disputa para deputado estadual o que lhe rendeu a suplência na Assembleia Legislativa do Tocantins.

Ainda segundo Jaime Café, o PSDB era motivo de orgulho, em virtude de ter ingressado no partido pelas mãos do “maior líder político deste Estado, o ex-governador Siqueira Campos. Aliás, um partido político que não convida, não procura e não busca ouvir a opinião de um membro da estatura de Siqueira Campos, não visa lograr êxito em seus projetos”, alfinetou.

O suplente de deputado afirmou que já recebeu alguns convites de outras siglas e pretende seguir as conversações visando a construção de um projeto político “embasado no diálogo, no respeito e no bem da coletividade tocantinense”, disse.

Por: Redação

Tags: Jaime Café, psdb