Polí­cia

Foto: Ascom SSP Simulacro de arma de fogo que teria sido utilizada pelo adolescente contra os policiais Simulacro de arma de fogo que teria sido utilizada pelo adolescente contra os policiais

Um adolescente infrator de 15 anos, que havia fugido do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case), em Palmas, na última quinta-feira, 5, morreu na madrugada desta quarta-feira, 11, depois de ter sido apreendido por policiais civis da 4ª Delegacia de Palmas, com apoio da Polícia Militar, ontem à tarde. O adolescente cumpria medida socioeducativa pelo crime de latrocínio.

Conforme o delegado Evaldo de Oliveira Gomes, os policiais civis do Núcleo de Inteligência do 4º DP, por meio de investigações, obtiveram informações de que o adolescente estaria escondido na residência de sua mãe, que fica localizada em um bairro no setor sul, na capital. Com base nessa informação, os policiais foram até o local e adentraram na residência, momento em que, segundo a polícia, o adolescente procurado, ao avistar os policiais, empreendeu fuga, pulando vários muros e telhados de casas vizinhas, sendo perseguido pelos agentes.

Em determinado momento, segundo informações da polícia, os policiais civis perceberam que o menor infrator se escondeu na carroceria de uma camionete, momento em que os agentes tentaram fazer a abordagem do mesmo, no entanto, o rapaz não teria obedecido à ordem de apreensão, e teria se levantado sacando um simulacro idêntico a uma pistola calibre 45 que teria apontado para os policiais, momento em que foi alvejado com três tiros, sendo um nos pés, para que cessasse a suposta agressão. O adolescente foi socorrido e encaminhado ao hospital para que recebesse o atendimento médico necessário, mas faleceu durante a madrugada desta quarta-feira.

O adolescente era acusado de assassinar o aposentado Antônio Patrocínio Melo, de 91 anos de idade, crime ocorrido no dia 14 de fevereiro deste ano, quando o idoso foi morto por asfixia e teve o carro e demais pertences de valor roubados. O rapaz havia sido capturado pela Polícia Civil, no dia 18 de fevereiro e, logo após internado no Case.

Conforme levantamentos da 4ª e 5ª Delegacias de Polícia Civil, o rapaz é responsável pela prática de vários furtos e roubos, na região sul de Palmas, sendo inclusive, acusado de ameaçar de morte, vários policiais civis e militares. (Atualizada às 13h)